9 eventos ao vivo

Antonio Meucci, o inventor do telefone, nasceu há 205 anos

Antonio Meucci não tinha dinheiro para pagar pela manutenção da patente do telefone, que foi concedida a Graham Bell em 1876

13 abr 2013
07h45
atualizado às 07h45
  • separator
  • comentários

O italiano Antonio Meucci, nascido em 13 de abril de 1808 (há 205 anos), desenvolveu no século 19 um aparato de comunicação por voz creditado por muitos como sendo o primeiro telefone. No entanto, a invenção desse aparelho é geralmente atribuída a Graham Bell. A controvérsia ainda hoje gera polêmicas - alimentada por uma disputa de patentes que acabou levando o nome do cientista americano ao maior destaque na história.

Antonio Meucci foi reconhecido pelos Estados Unidos em 2002 como inventor do telefone
Antonio Meucci foi reconhecido pelos Estados Unidos em 2002 como inventor do telefone
Foto: Wikimedia

Antonio Santi Giuseppe Meucci criou uma forma de comunicação por voz que conectava seu quarto, no segundo andar de uma casa em Nova York (para onde imigrou em 1850), ao laboratório em que trabalhava. Ele registrou uma patente da invenção em 1871, porém o documento não mencionava a transmissão eletromagnética de sons vocais. Cinco anos depois, Alexander Graham Bell recebeu a patente por seu sistema transmissão de voz pela corrente elétrica.

Inventor do telefone roubou idéia de rival, diz livro

A patente de Bell foi muito contestada. Meucci sofria de problemas de saúde e falta de dinheiro. Em 1870, o italiano teria sido capaz de capturar uma transmissão articulada da voz humana à distância de aproximadamente 1,5 quilômetro utilizando um pedaço de cobre isolado com algodão como transmissor. Ele chamou o dispositivo de telettrofono. Enquanto convalescia, a saúde e a fortuna de Meucci eram tão precárias que sua mulher, Ester, vendeu seus desenhos e dispositivos para conseguir dinheiro. Ele recebeu uma valor ínfimo pelas invenções.

Em 2002, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou uma resolução através da qual restitui mérito a Antonio Meucci pela invenção do telefone. "A vida e as realizações de Antonio Meucci devem ser reconhecidas, e seu trabalho na invenção do telefone deve ser reconhecido". O documento destacou ainda que "se Meucci tivesse sido capaz de pagar a taxa de US$ 10 para manter a patente após 1874, nenhuma patente poderia ter sido dada a Bell".

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade