0

Apresentado na Califórnia projeto de transporte rápido 'Hyperloop'

12 ago 2013
20h43

O projeto de um sistema de transporte ultrarrápido, apelidado de "Hyperloop", desenhado para transportar passageiros em tubos pressurizados a velocidades próximas do som, foi apresentado esta segunda-feira pelo inventor e empresário Elon Musk.

Musk, que dirige a fabricante de carros elétricos Tesla Motors e a empresa privada de exploração espacial SpaceX, divulgou um documento de 57 páginas, no qual descreveu o projeto, concebido para ligar as cidades de Los Angeles e San Francisco em uma viagem de 35 minutos.

Musk disse em uma teleconferência que este será um novo tipo de transporte, diferente do trem tradicional e que carregará passageiros e mercadorias em cápsulas em um sistema elevado sobre pilares.

"É projetado para ser super leve e os trens são incrivelmente pesados", afirmou. "É desenhado para ser mais como um avião".

O sistema é capaz de chegar à velocidade de 1.220 km/h ou Mach 0,91.

"O Hyperloop consiste de um tubo de baixa pressão com cápsulas que são transportadas em velocidades baixa e alta pela extensão do tubo", descreve o documento técnico.

"As cápsulas são sustentadas por um colchão de ar, com ar pressurizado e elevação aerodinâmica", prossegue.

Musk disse não ter planos de construir o sistema, mas disponibilizou o projeto para permitir que outros se lancem no empreendimento.

"Estou tentado a fazer pelo menos um protótipo demonstrativo", afirmou.

"Não estou tentando fazer uma fortuna com isso, mas eu gostaria de vê-lo se tornar realidade e eu acho que ajudaria se eu fizesse uma demonstração", emendou.

Musk disse que ele e um pequeno grupo das duas empresas que ele chefia conceberam o projeto, concebido na tecnologia desenvolvida por cada uma.

Ele prevê uma versão dos mesmos motores elétricos utilizados no veículo Tesla S, criando um campo eletromagético para impulsionar a cápsula.

"Essencialmente, envia um pulso, e o tubo acaba por perseguir o pulso", explicou.

Segundo Ele, a viagem "não seria como estar em um avião... Seria suave, como se você estivesse flutuando no ar".

Musk comparou o sistema a um cruzamento entre um "Concorde, um canhão eletromagnético e uma mesa de hóquei aéreo".

Para o inventor, o sistema seria economicamente viável para qualquer viagem com menos de 1.500 km de distância.

Ele estimou o custo de conectar as duas principais cidades da Califórnia cidades em US$ 6 bilhões, que poderia se traduzir em uma tarifa de cerca de US$ 20 para um bilhete de ida.

Além de SpaceX e Tesla, Musk, que nasceu na África do Sul, mas é cidadão americano, preside a SolarCity, empresa que faz painéis solares para residências e empresas.

Ele também tem uma fundação dedicada à educação, à energia limpa e à saúde infantil.

Com 42 anos, Musk juntou seus primeiros milhões ao vender o Zip2 para a fabricante de computadores Compaq, um negócio de mais de US$ 300 milhões, em 1999.

Sua empresa seguinte, X.com, acabou se fundindo com a PayPal, empresa de pagamento online comprada pela gigante de leilões na internet eBay por US$ 1,5 bilhão em 2002.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade