0

Argentina lançará primeiro satélite de fabricação própria

Satélite é voltado a serviços de telecomunicações e será lançado da Guiana Francesa

31 ago 2014
12h27
atualizado às 14h53
  • separator
  • 0
  • comentários

A Argentina lançará em outubro, a partir da Guiana Francesa, seu primeiro satélite geoestacionário de fabricação própria para serviços de telecomunicações, informou o governo.

O satélite fabricado no país teve fabricação própria
O satélite fabricado no país teve fabricação própria
Foto: Cristina Kirchner / Twitter

"A Argentina soma-se ao seleto clube de países que produzem este tipo de satélites: Estados Unidos, Rússia, China, Japão, Israel, Índia e a Eurozona", afirmou a presidente Cristina Kirchner através de mensagens nas redes sociais Facebook e Twitter.

O Arsat-1 foi fabricado na cidade de San Carlos de Bariloche (1.650 km ao sul de Buenos Aires) pelas estatais Invap e pela empresa Argentina de Soluciones Satelitales (ArSat) com um investimento de 270 milhões de dólares.

Kirchner postou uma imagem em que aparece junto da equipe responsável por projeto
Kirchner postou uma imagem em que aparece junto da equipe responsável por projeto
Foto: Cristina Kirchner / Twitter

Trata-se do primeiro de uma série de três que o país planeja construir.

Este primeiro satélite, de 1.300 quilos, fornecerá serviço de telefonia, televisão, acesso à internet e transmissão de dados para a Argentina e seus países limítrofes.

O Arsat-1, que acredita-se que terá uma vida útil de 15 anos, foi levado no sábado à capital argentina para seu envio iminente à estação de lançamento da Guiana Francesa, de onde será colocado em órbita no dia 16 de outubro.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade