3 eventos ao vivo

Campeonato de lançamento de celular tem novo recorde mundial

19 ago 2012
12h45
atualizado às 14h58

Um finlandês de 18 anos, Ere Karjalainen, venceu o campeonato mundial de lançamento de celular no sábado e estabeleceu um novo recorde mundial nesta competição, anunciou neste domingo a emissora de televisão pública finlandesa YLE.

Além do acabamento e seus pequenos detalhes de design, o Prada Phone tem uma interface alterada pela LG que deixa o aparelho com uma cara diferente: todos os ícones e widgets originais do aparelho são em preto e branco. É o grande diferencial, junto com os papéis de parede exclusivos do telefone
Além do acabamento e seus pequenos detalhes de design, o Prada Phone tem uma interface alterada pela LG que deixa o aparelho com uma cara diferente: todos os ícones e widgets originais do aparelho são em preto e branco. É o grande diferencial, junto com os papéis de parede exclusivos do telefone
Foto: Henrique Martin / ZTOP

"O novo recorde foi estabelecido quando Karjalainen lançou um velho telefone Nokia a uma distância inacreditável de 101,46 metros", afirmou a YLE na versão em inglês do seu site.

Segundo os organizadores do campeonato mundial de lançamento de celular, esta competição é perfeitamente ecológica, já que recicla modelos obsoletos de telefones celulares.

Também é um momento de catarse, porque ajuda os participantes a expressar sua "decepção e frustração em relação a esses equipamentos modernos", declarou a criadora do campeonato, Christine Lund, no site da competição.

O campeonato é regido por regras estritas e os atletas não estão autorizados a lançar seus próprios aparelhos, apenas celulares com peso entre 220 e 400 gramas. Ainda não foi estabelecida a relação entre o tamanho e o peso do telefone e o sucesso do lançamento.

De acordo com a YLE, Karjalainen tinha treinado apenas uma vez.Seu lançamento ultrapassa em mais de três metros o recorde mundial estabelecido por Jan Zelezny.

O campeonato é realizado todos os anos no final de agosto, em Savonlinna (Leste), desde 2000.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade