publicidade
25 de fevereiro de 2013 • 16h00 • atualizado às 17h53

Visa e MasterCard anunciam sistemas de pagamento por celular

Nova tecnologia Visa deve equipar a próxima geração de smartphones da fabricante sul-coreana Samsung. Master também tem app

Sistema de pagamentos Visa, similar ao que aparece nesta foto, será lançado em parceria com a Samsung para smartphones
Foto: Pierre Metivier / Flickr
  • Marcus Vinicius Pinto
    Direto de Barcelona
 

O cartão de crédito que você usa por estar perto de desaparecer para sempre. A Visa anunciou nesta segunda-feira, durante o Mobile World Congress, em Barcelona, um novo método de pagamento por celular através da tecnologia NFC em parceria com a Samsung. A tecnologia deve equipar a próxima geração de produtos da fabricante sul-coreana, que se comprometeu a instalar o miniaplicativo da Visa em seus smartphones equipados com tecnologia NFC, de comunicação por contato. 

"Isso é o futuro, mas tínhamos que pensar em algo que pudesse substituir com garantias o cartão de crédito que conhecemos hoje", explicou o diretor global de produtos da Visa, Tim McCarthy. Mas o começo efetivo da novidade ainda vai tardar um pouco a chegar ao mercado. Primeiro, é preciso que a Samsung coloque no mercado telefones que já venham com o aplicativo da Visa instalado, e que os bancos adotem o sistema de segurança, para que o cliente final não corra nenhum tipo de risco. 

Isso ainda pode demorar alguns meses, embora o chefe de produtos Mobile da Visa para a América Latina, Rodrigo Meirelles, pense que, durante a Copa das Confederações no Brasil, ainda este ano, a novidade já possa ser realidade. "No Brasil já existem 220 mil terminais preparados para receber pagamentos com contato" afirmou o executivo, que disse que o sistema pode incluir não apenas cartão de crédito, mas também modalidades pré-paga ou de débito.

Brasil na vanguarda
O sistema apresentado é simples. O cliente faz uma compra, aproxima o telefone com o aplicativo onde constam os dados do cartão de crédito, digita a senha e a máquina registra a transação. "Tudo na máxima segurança", garante Meirelles. “E o Brasil pode se considerar na vanguarda da tecnologia de chip, que é a mais segura que existe” afirma, dizendo que o País é o mais preparado da América Latina para receber o novo sistema, mas que em pouco tempo todo o mercado deve absorver a novidade. 

Por enquanto, mesmo sendo o mais preparado, o sistema pode demorar a se popularizar, já que a tecnologia NFC só está disponível em telefones de alta tecnologia. "Mas o Brasil é um mercado tão curioso que existe gente que tem smatphones pré-pagos e poderia ter acesso ao serviço", lembra o executivo. "É como GPS, o MP3, que tende a baixar de preço e se popularizar."

Um dos problemas que o novo sistema da Visa pode apresentar com o acordo com a Samsumg é limitar o mercado, principalmente nos lugares onde a Apple é líder, como nos Estados Unidos. Segundo Meirelles, a empresa está trabalhando para disseminar o serviço. "Firmamos essa parceria ano passado, mas estamos dispostos a trabalhar com todos os fabricantes” afirmou. O sistema pode encontrar barreiras nas próprias operadores de celular, que disponibilizam seus chips Para as transações, mas até agora não entram na divisão do que se pode faturar com o produto.

"Aqui não se aplica muito isso, porque é um acordo entre as duas empresas para massificar um sistema de pagamento, mas nada impede que exista algum tipo de cobrança", completa o executivo.

MasterCard também entra no mercado
No mesmo dia, a MasterCard também apresentou seus planos para dominar o mercado de pagamentos móveis com uma "carteira virtual" que permite que os clientes armazenem detalhes pessoais de pagamento em seus celulares.

A MasterCard anunciou que seu serviço MasterPass, na realidade um aplicativo, permitiria que os clientes paguem por suas compras sem se aproximar do caixa. Basta escanear um código de barras e criar um recibo digital em seu celular ou tablet, que pode ser exibido na saída da loja.

O sistema também poderá ser usado para facilitar os pagamentos online, permitindo que os compradores "comprem com um clique", sem ter de inserir os detalhes de seus cartões de crédito ou débito para realizar cada transação.

 

O novo sistema está chegando quase um ano depois da primeira incursão da MasterCard ao mercado de pagamentos móveis, com o PayPass, que permite que os clientes paguem por suas compras em uma loja simplesmente tocando um sensor com seus cartões. A administradora norte-americana de cartões de crédito informou que o sistema MasterPass seria introduzido na Austrália e Canadá até o final de março.

Os Estados Unidos serão o mercado seguinte no segundo trimestre, e o Reino Unido deve receber o sistema no terceiro trimestre.

O repórter viajou a Barcelona a convite da Ericsson.

Confira os lançamentos do MWC 2013

Com informações da agência Reuters.

Terra