0

WhatsApp bate recorde com 64 bilhões de mensagens em 24 h

O recorde mostra também que os cerca de 465 milhões de usuários do aplicativo mandam em torno de 740 mil mensagens por segundo no mundo inteiro

2 abr 2014
11h35
atualizado às 11h39
  • separator
  • comentários

O WhatsApp anunciou nesta quarta-feira que bateu um novo recorde de troca de mensagens. Em 24 horas, foram enviadas cerca de 20 bilhões e recebidas 44 bilhões, totalizando 64 bilhões de interações. O número de mensagens recebidas é maior por causa da possibilidade de enviar a mesma para grupos.

Novo WhatsApp atualizou sistema de privacidade do app
Novo WhatsApp atualizou sistema de privacidade do app
Foto: WhatsApp / Divulgação

O número de mensagens em um dia é mais de três vezes o montante de fotos publicadas no Instagram desde 2010 (20 bilhões), por exemplo. O recorde mostra também que os cerca de 465 milhões de usuários do aplicativo mandam em torno de 740 mil mensagens por segundo no mundo inteiro.

App bilionário
Em fevereiro, o Facebook comprou o WhatsApp por US$ 16 bilhões aos acionistas e mais US$ 3 bilhões em ações futuras. O valor do acordo foi um dos maiores pagos em uma startup de tecnologia, e gerou um burburinho no mercado e diversas análises da mídia e de especialistas para justificar o preço alto.

Usuários se manifestaram nas redes sociais sobre a compra do aplicativo, e surgiu a desconfiança de que a privacidade das mensagens está comprometida. Embora ainda não existam mais detalhes de como será a operação do aplicativo pelo Facebook, Zuckerberg afirmou que o WhatsApp vai permanecer completamente independente, mas terá acesso a todos os recursos do Facebook para crescer.

O criador do WhatsApp Jan Koum escreveu no blog oficial da empresa que nenhum dado pessoal foi coletado e guardado pelo aplicativo e que não há planos para isso mudar. Agora bilionário, o executivo também contou sobre ter nascido na Ucrânia e ter crescido na União Soviética nos anos 80. Koum reforçou que se o WhatsApp tivesse que ter mudado seus valores, não teria feito a parceria com o Facebook.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade