PUBLICIDADE

Analista: tablet da Microsoft vendeu metade do previsto

15 jan 2013 08h44
ver comentários
Publicidade

Faltando uma semana da divulgação dos resultados da Microsoft, aumenta a descrença com relação aos lançamentos do ano passado. Nesta semana, um analista de mercado da consultoria UBS AG declarou em entrevista à agência Bloomberg que espera uma baixa de 50% em relação ao projetado para as vendas do tablet Surface, lançado em outubro. Ele aposta em 1 milhão de unidades comercializadas no último trimestre.

Microsoft mostrou sua intenção de voltar a investir pesado em hardware quando lançou o tablet Surface
Microsoft mostrou sua intenção de voltar a investir pesado em hardware quando lançou o tablet Surface
Foto: Getty Images

Infográfico: Batalha das versões: escolha seu Windows preferido
Infográfico: Os tablets mini: compare modelos disponíveis no mercado

De acordo com Thill, as vendas do Surface, inicialmente limitadas aos próprios cerca de 60 pontos de venda da Microsoft, e o fato de não conseguir tirar clientes da Apple e do Androidd, pesaram no resultado. 

O argumento concorda com o que O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, afirmou em uma entrevista ao jornal francês Le Parisien em novembro. Segundo Ballmer, as vendas do tablet fabricado pela companhia, o Surface, começaram "modestamente". O executivo não revelou números, mas disse que as vendas foram afetadas pela limitação dos canais de venda.

Para o analista da UBS, uma nova versão do tablet, no entanto, pode dar resultados melhores. "O Surface Pro é mais promissor", escreveu Thill.

Destinado especialmente a usuários corporativos, o Surface Pro estará disponível no mercado neste mês a um preço inicial de US$ 899 para os clientes norte-americanos, divulgou a Microsoft em novembro do ano passado. O Surface Pro contará com um processador Intel e uma nova versão do sistema operacional Windows 8, que é projetado para funcionar tanto em computadores pessoais (PC) como em tablets.

"É um PC completo e um tablet", afirmou em um blog, Panos Panay, da Microsoft. "Tudo isso em um PC que pesará menos de um quilo e terá 14 milímetros de espessura. Estamos entusiasmados" com todos os nossos produtos, afirmou.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade