0

Apple anuncia iPad mini, com tela de 7.9 polegadas, por US$ 329

23 out 2012
16h06
atualizado às 18h35

O tão aguardado mini-tablet da Apple foi anunciado nesta terça-feira durante evento realizado em San Jose, na Califórnia. O iPad mini conta com tela de 7.9 polegadas e a mesma resolução do iPad 2 - que, apesar dos rumores indicando o fim de sua produção, continuará sendo vendido. O novo produto será comercializado nas cores branca e preta a partir de US$ 329.

iPad mini e iPad de 4ª geração podem ser encomendados a partir de sexta-feira em alguns países; Brasil está fora
iPad mini e iPad de 4ª geração podem ser encomendados a partir de sexta-feira em alguns países; Brasil está fora
Foto: Getty Images

Infográfico: Os tablets mini: compare modelos disponíveis no mercado

O CEO da Apple, Tim Cook, destacou os motivos que levaram a Apple a lançar um tablet menor que seu iPad antes de divulgar suas características. Ao descrever as vantagens do modelo, o executivo citou uma em especial: "você pode segurá-lo com apenas uma mão". O novo modelo tem 7.2 mm de espessura e pesa apenas 250 gramas. "Fino como um lápis e leve como um bloco de papel", afirmou Cook, utilizando referências educacionais para destacar um dos maiores focos da Apple com o iPad mini: seu uso para os estudos.

Dependendo da capacidade de armazenamento e das características de conexão disponíveis, o preço do iPad mini varia entre US$ 329 (para a versão de 16 GB) e US$ 659 (de 64 GB, com Wi-Fi e 4G). A pré-venda começa nesta sexta-feira em alguns países. O início das encomendas no Brasil ainda não foi anunciado.

O aparelho conta com processador A5 de dois núcleos, câmera frontal FaceTime HD e câmera traseira iSight de 5 megapixels, com gravação em 1080p. A bateria dura cerca de 10 horas, segundo a Apple, e é recarregada através da entrada Lightning - a mesma do iPhone 5, anunciado há aproximadamente um mês. O produto é 23% mais fino e 53% mais leve que a terceira geração do iPad.

Novo iPad, novos produtos
O iPad, aliás, também foi revitalizado. A quarta geração do tablet será vendida a partir de US$ 499 e conta com o novo processador A6X, FaceTime HD 720p e possibilidade de se conectar à internet através de Wi-Fi e 4G LTE - o que, aliada à máxima capacidade de armazenamento (64GB) eleva o preço do produto a US$ 829 nos Estados Unidos.

Cook subiu ao palco do California Theatre às 15h. Vestindo uma camisa polo azul e calça jeans, o executivo começou a apresentação exaltando os resultados de vendas do iPhone 5: 5 milhões de unidades vendidas no primeiro final de semana - o telefone mais vendido da história em tão pouco tempo, segundo a própria empresa.

O sucesso dos Macs foi destacado por Cook. Ele garantiu que o mercados dos computadores da Apple superou o crescimento de PCs comercializados: 15% para a Apple contra 2% de crescimento nos PCs - o que vem acontecendo há seis anos, de acordo com o CEO da empresa. Na ocasião, foram anunciados os novos produtos da linha de de MacBooks.

Apesar de ter inaugurado o mercado de tablets a partir do lançamento do iPad em 2010, o segmento desses aparelhos em tamanho pequeno foi consolidado pela Samsung com o Galaxy Tab. A Apple também enfrentará a concorrência de gigantes como a Amazon, com seu Kindle Fire, e o Google, com o Nexus 7 - que possuem suas próprias versões do iPad mini, lançadas antes e, em geral, por um preço menor.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade