3 eventos ao vivo

Apple anuncia novo iPad com super-resolução de tela e 4G LTE

7 mar 2012
15h21
atualizado às 19h03

O novo iPad, terceira geração do tablet da Apple, foi anunciado na tarde desta quarta-feira pelo vice-presidente de marketing da companhia, Phil Schiller. Tido como o dispositivo que melhor representa a era pós-PC, o novo iPad chega com uma super-resolução de tela e suporte para a alta conexão 4G LTE. "Pela primeira vez, um iPad tem uma resolução maior do que esta tela inteira", disse, referindo-se à gigantesca tela que serve para que todas as pessoas no Centro de Artes Yerba Buena possam acompanhar o palco. No Brasil, segundo a assessoria da Apple, "não há previsão" de chegada do novo dispositivo - que aliás se chama "novo iPad", mesmo.

Apple apresenta as novidades do iPad 3ª Geração; veja

Veja também: a evolução do iPad, o tablet da Apple
Veja mais detalhes da cobertura ao vivo do evento

Questionado por um repórter da revista Fortune sobre o motivo de não dar um novo nome ao iPad - como iPad HD ou iPad 3 -, Schiller afirmou: "não gostamos de ser previsíveis". A princípio, o novo iPad estará à venda nos Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Suíça, Japão, Hong Kong e Austrália a partir de 16 de março. Para o Brasil, onde redes 4G ainda não existem e o leilão da Anatel está previsto para maio, não há previsão de chegada do novo aparelho.

O novo display tem resolução de 2048 x 1536, ou seja, 3,1 milhões de pixels. "Mais do que qualquer outro dispositivo móvel existente", afirmou Schiller. Além disso, a tela segue com as mesmas 9,7 polegadas do iPad 2 e o botão Home, apesar dos boatos de que ele desapareceria do novo design, continua fazendo parte do aparelho. O novo iPad também ganhou câmera iSight (a mesma do iPhone 4S, com 5 megapixels de resolução), funcionalidade de voz e CPU com A5X e quad-core.

O suporte à conexão 4G LTE permitirá uma velocidade de até 72 Mbps. "O desempenho é incrível, e você vai adorar usá-lo nessas novas redes", constatou. Com peso de 652g e espessura de 9,4mm, o novo iPad terá bateria de 10 horas de vida útil e 9 horas funcionando com 4G.

Alguns softwares conhecidos dos usuários da Apple também ganharam melhorias para o tablet. O Garage Band agora tem cordas mais inteligentes e compartilhamento via iCloud. O iMovie terá atualização com gravação em 1080p, edição de storyboard e reprodução no iPad. O iPhoto também chegou ao novo iPad, trazendo, segundo Schiller, "formas verdadeiramente revolucionárias para editá-las". A edição no iPhoto pode ser feita com imagens de até 19 megapixels.

Os preços dos modelos também se manterão semelhantes aos das versões do iPad 2: US$ 499 para 16 GB, US$ 599 na de 32 GB e US$ 699 na de 64 GB. Com 4G, os preços se iniciam em US$ 629 e chegam a até US$ 829.

Ao final, Tim Cook afirmou que o iPad 2 continuará a ser vendido, mas com a queda de preço para a partir de US$ 399. "Redefinimos de novo a categoria que a Apple criou há apenas dois anos com o iPad original", encerrou o CEO.

Novos Apple TV e sistema operacional iOS
O primeiro a subir no palco do Centro de Artes de Yerba Buena, em São Francisco, foi o CEO da Apple, Tim Cook. Exaltando a era pós-PC, na qual se encaixam os dispositivos iPod, iPhone e iPad, Cook anunciou a atualização dos sistema operacional para dispositivos móveis da companhia da maçã, o iOS.

Com a atualização, o Siri - o assistente de voz da Apple - ganha uma versão também em japonês. A reforçada na tecla dos aparelhos pós-PC feita por Cook tem fundamento. Até hoje, foram vendidos 172 milhões de aparelhos desta era em todo o planeta, posicionando a Apple no topo da corrida pelos dispositivos móveis em escala global.

Além disso, a Apple TV teve um novo modelo anunciado. A nova versão da Apple TV terá integração e sincronia com o iCloud, que, de acordo com Tim Cook, tem mais de 100 milhões de clientes no mundo. O sistema "na nuvem" da Apple, aliás, passará a suportar filmes.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade