Eletrônicos

publicidade
11 de maio de 2012 • 08h44 • atualizado às 08h52

EUA: artista destrói produtos da Apple e cria obra de arte

Todos os produtos usados eram novos
Foto: Divulgação
 
RAFAEL MAIA

O artista digital americano Michael Tompert, em parceria com o também artista Paul Fairchild, destruiu uma dezena de produtos da Apple, que incluem iPod, iPads e iPhones. O resultado foi uma coleção artística baseada na beleza visual e inspirada não pela raiva à companhia da maçã, mas pela "necessidade de combater a glamourização dos produtos da Apple", afirmou Tompert ao Terra.

Michael e Paul são ex-funcionários da Apple. O ponta-pé para a criação do trabalho artístico aconteceu, no entanto, a partir de uma situação caseira. "Eu vi meus dois filhos brigando porque o iPod touch de um deles tinha um aplicativo que o outro não tinha. Eles brigavam aos berros. Foi então quando eu decidi colocar um basta na situação, peguei o dispositivo e arrebentei no chão", confessou o artista.

Nascida a ideia, a questão era reunir uma boa quantia de dinheiro para comprar os produtos da Apple. "Sim, eles precisavam ser todos novos, saídos direto de uma loja da Apple", falou Tompert. A exigência, para ele, tem pouco a ver com a efeito visual e mais com o conceito envolvido por trás de um aparelho novo. "Para mim, tem a ver com a relação que se tem com o novo, o aspecto fashion ligado a ele e - em se tratando da Apple - ninguém se importa mais com o aspecto fashion do iPhone do ano passado", exemplificou.

Tompert, no entanto, não é uma pessoa que alimenta o ódio pela companhia fundada por Steve Jobs. "Muito pelo contrário. Eu sou grande fã. Como artista que trabalha com o 3D, eu não poderia de maneira alguma fazer o meu trabalho sem um Mac", concluiu o artista, que acrescentou que as imagens causam espanto e admiração, ao mesmo tempo, porque revelam o aspecto tecnológico escondido por detrás dos produtos da Apple. "Eu quis evidenciar a relação de amor e ódio", finalizou.

Clique aqui para ver as fotos do artista ou na aba desta matéria.

Terra Terra