1 evento ao vivo

Google Glass pode mudar indústria da pornografia, opinam atrizes

10 abr 2013
12h26
atualizado às 13h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Google Glasses é o wearable gadget que tem funções mais divulgadas até o momento
Google Glasses é o wearable gadget que tem funções mais divulgadas até o momento
Foto: Reuters

O Google Glass, óculos inteligente do gigante de buscas, pode ser a próxima inovação tecnológica da indústria pornográfica. E segundo fontes próximas aos produtores de conteúdo adulto, as possibilidades oferecidas pelo acessório - que tem internet, faz fotos e vídeos - já têm planos de uso pelo setor, segundo o Mashable.

<p>Alana Evans e o marido, o diretor pornô Chad Evans</p>
Alana Evans e o marido, o diretor pornô Chad Evans
Foto: Getty Images

"A forma como (o Glass) vai mudar a pornografia é absurda", disse a atriz pornô Alana Evans, que também apresenta o programa de rádio The Naughty Gamers Show, voltado aos maiores de idade. "Vai haver uma enorme mudança nas produções em estilo POV (ponto de vista, em inglês)", ilustrou, em referência aos vídeos gravados em primeira pessoa.

Missy Martinez, também atriz pornô e que divide o microfone com Alana no programa radiofônico, concorda com a colega, citando novos experimentos com os vídeos feitos como se a câmera fosse os olhos do usuário. "Vai ser muito mais fácil fazer filmes POV em estilo gonzo", exemplifica.

Veja vídeo feito por 'óculos inteligentes' do Google

Os filmes POV hoje são feitos com uma câmera presa ao ombro do ator, que precisa desempenhar o papel como se o equipamento não estivesse ali. "O Glass essencialmente deixa as mãos livres", resume Missy. Para ela, como a qualidade de vídeo do óculos inteligente do Google é alta, o acessório pode inclusive vir a substituir as câmeras móveis usadas para as produções POV.

<p>Missy Martinez, atriz pornô e apresentadora</p>
Missy Martinez, atriz pornô e apresentadora
Foto: Divulgação

Missy também vê uma enorme possibilidade para o mercado de filmes lésbicos, que ela considera praticamente intocado atualmente, especialmente no segmento POV. Isso porque, segundo explica a atriz, a tecnologia existente hoje muitas vezes não consegue captar imagens em determinados lugares.

Alana, por sua vez, pensa na interatividade que o Glass pode oferecer aos consumidores de conteúdo adulto. Hoje, os DVDs já oferecem opções de menu para escolher os rumos das histórias. "Uma coisa é ficar olhando para a sua TV e fazer uma escolha, mas ter um headset que faz você se sentir dentro da cena? Vai mudar a direção (de filmes adultos)", opina.

Atrizes e apresentadores de rádio Alana Evans (esq.) e Missy Martinez acreditam em potencial do Google Glass para gravação de vídeos em primeira pessoa
Atrizes e apresentadores de rádio Alana Evans (esq.) e Missy Martinez acreditam em potencial do Google Glass para gravação de vídeos em primeira pessoa
Foto: Divulgação

Ambas as atrizes recomendam o uso do Google Glass com o RealTouch, um dispositivo para homens que se conecta à internet e, com determinados filmes, dá ao usuário a sensação física que o ator tem na produção. "Seria completamente tolo não usar (o RealTouch com o Glass)", exclama Missy, "o que você é o que você sente".

 

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade