Eletrônicos

publicidade
30 de julho de 2010 • 15h20 • atualizado às 15h33

iPad pegou Microsoft de surpresa, admite Steve Ballmer

O executivo-chefe da Microsoft disse que trabalha com a Intel no tablet, mas não há prazos
Foto: Gizmodo

O sucesso do iPad pegou Steve Ballmer de surpresa. O executivo-chefe da Microsoft confessou a analistas que as vendas do tablet são maiores do que "gostaria" de ver. Para competir com as vendas da Apple - que já alcançaram os três milhões de aparelhos -, ele bateu o martelo: a Microsoft vai criar a sua versão de um tablet com tela de toque (touch screen).

Mas não há um prazo estabelecido. Ballmer disse que está trabalhando com a Intel e fabricantes de computadores para chegar ao "tablet perfeito".

De acordo com o site The Huffington Post, analistas que foram ao quartel-general da Microsoft, em Redmond, Washington, na quinta-feira, ouviram poucos detalhes. Ballmer disse que os tablets usarão processadores da Intel e o sistema operacional Wuindows 7, mas o tema ainda está na fase de estudo.

"Nós estaremos no mercado o mais rápido que pudermos", disse Ballmer, acrescentando que há urgência em se criar o tablet.

Em março, enquanto a Apple iniciava a pré-venda do iPad, a Microsoft seguia no caminho contrário, anunciando o fim do projeto Courier, um tablet de duas faces. Mas o interesse gerado pelo dispositivo da Apple acabou mobilizando a concorrência. Atualmente não apenas a Microsoft como o Google e outras empresas de tecnologia desenvolvem projetos de tablet.

Redação Terra