5 eventos ao vivo

Lentes de contato com LCD funcionam como óculos futurista

7 dez 2012
07h45

Uma pesquisa conduzida pela Universidade de Gante, na Bélgica, resultou no desenvolvimento de um display LCD curvo que pode ser integrado no interior de lentes de contato. Apesar de ainda incipiente, o projeto pode significar o futuro dos equipamentos de visão totalmente pixelizados, com aplicações tanto para fins médicos quanto cosméticos. As informações são da Gizmag.

Vídeo exemplifica funcionamentos das lentes: invisível de longe, símbolo projetado em LCD é mostrado quando se passa a mão na frente do objeto
Vídeo exemplifica funcionamentos das lentes: invisível de longe, símbolo projetado em LCD é mostrado quando se passa a mão na frente do objeto
Foto: YouTube / Reprodução

As lentes de contato com LCD (display de cristal líquido, na sigla em inglês) permitem que toda a superfície do display seja utilizada, em contraste com as atuais lentes de contato baseadas na tecnologia LED (acrônimo de diodo emissor de luz, em inglês), que conseguem mostrar apenas alguns pixels. Assim, mais pixels ficam disponíveis do que na tecnologia atual, permitindo maior flexibilidade do tamanho de imagens. No entanto, fabricar um display tão pequeno e maleável impõe grandes desafios.

"Normalmente, displays flexíveis que utilizam células de cristal líquido não são desenhados para serem moldados em uma nova forma, especialmente em uma forma esférica", explicou Jelle De Smet, principal pesquisador do projeto. "A maior dificuldade foi criar um substrato curvo muito fino que pudesse suportar os processos de moldagem extremos", completou. O funcionamentos das lentes é demonstrado neste vídeo.

Os cientistas afirmam que o display poderia ser utilizado como um método de controlar a luz que atinge uma íris danificada. Eles citam ainda as possibilidades de efeitos cosméticos - como a criação de um produto que permita à pessoa mudar a cor de seus olhos por capricho ou que funcione como um substituto aos óculos de sol.

Uma possível aplicação dessa nova tecnologia é a sobreposição de imagens à visão natural do usuário, fazendo com que as lentes funcionem de maneira semelhante ao Project Glass, óculos de realidade aumentada desenvolvido pelo "laboratório secreto" do Google, com uma grande vantagem: não seria necessário utilizar o aparato desenvolvido pela empresa, já que a tecnologia seria embutida diretamente nos olhos do usuário.

Atualmente, o protótipo de lentes pode apenas mostrar padrões relativamente simples - a demonstração oficial envolveu um símbolo de dólar aparecendo nas lentes. Nos próximos anos, porém, os pesquisadores imaginam que lentes de contato totalmente autônomas estarão disponíveis no mercado.

Fonte: Terra
publicidade