0

Pesquisa: Apple perde no mercado de tablets para Android em 2012

5 dez 2012
15h17
atualizado às 17h49

Os tablets iPad e iPad mini da Apple podem perder participação de mercado para aparelhos que operam com a plataforma Android, do Google, no acumulado deste ano, disse a empresa de pesquisa International Data Corp (IDC).

Tablets que operam com a plataforma Android, como o Galaxy Note 10.1, rivalizam com a Apple
Tablets que operam com a plataforma Android, como o Galaxy Note 10.1, rivalizam com a Apple
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Infográfico: Surface, iPad ou Galaxy Tab? Veja comparação entre os tablets
Infográfico: Os tablets mini: compare modelos disponíveis no mercado
Infográfico: Versão a versão, veja a evolução do iPad

A participação da Apple no mercado mundial de tablets irá recuar para 53,8% em 2012, ante a 56,3% em 2011, enquanto os produtos Android vão aumentar sua participação para 42,7%, contra 39,8% um ano antes, disse a IDC.

A instituição elevou sua projeção do mercado mundial de tablets para 2012, para 122,3 milhões de unidades, comparado à sua previsão anterior de 117,1 milhões milhões de unidades, devido ao maior número de vendas de tablets Android além da alta demanda pelo iPad mini.

A IDC também elevou sua estimativa de vendas em 2013 para 172,4 milhões de unidades contra 165,9 milhões de unidades.

"Tablets continuam a cativar consumidores, e à medida que o mercado faz a transição para telas portáteis menores e preços mais baixos, esperamos que a demanda acelere a partir do quarto trimestre", disse o diretor de pesquisa de tablets Tom Mainelli.

Tablets que fazem uso de sistemas operacionais Windows, da Microsoft, incluindo Windows 8 e Windows RT, podem conquistar participação no mercado tanto do iOS, da Apple, quanto do Android, crescendo para 2,9% em 2012 e 10,2% em 2016, disse a IDC.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade