0

Testamos: tablet Microsoft Surface é como um PC completo

22 nov 2012
19h24

Existe a velha máxima de que a Microsoft faz hardware melhor do que software (mouses, teclados, webcams e... consoles de videogame!), e o Surface comprova isso. É sólido e firme na mão e, se botar rodinhas, vira um skate. Culpe o material usado pela Microsoft: VaporMg, nada mais que uma liga especial de magnésio. E é um PC completo, com entrada para fones de ouvido, alto-falantes estéreo, uma porta USB, uma saída de vídeo (requer adaptador) e, escondido embaixo do Kickstand, um slot para cartão microSD.

Com Kickstand e Touch Cover, o Surface é um portátil muito bem construído
Com Kickstand e Touch Cover, o Surface é um portátil muito bem construído
Foto: Henrique Martin / ZTOP

Infográfico: Surface, iPad ou Galaxy Tab? Veja comparação entre os tablets

No software/sistema operacional, o Windows RT não traz o infame Índice de Experiência do Windows, comum às máquinas com plataforma x86 (lembrando que o WinRT roda sobre processadores ARM). No fim das contas, dá para tirar uma lição do Surface: é um recado claro aos fabricantes de hardware sobre como PCs (ou tablets) ideais devem ser feitos. É um portátil muito bem construído, com sua alma de Windows.

A Microsoft Brasil, na época do lançamento do Windows 8 no mercado local, no fim de outubro, disse não ter planos ainda para trazer o Surface ao país. Nos EUA, sua versão mais básica (32 GB) é vendida pelo valor sugerido de US$ 499 apenas nas lojas da Microsoft.

Leia a matéria completa e veja mais fotos do Surface no ZTOP.

ZTOP

compartilhe

publicidade