PUBLICIDADE

EUA criaram “Twitter cubano” para abalar ditadura Castro

A rede durou dois anos e tinha como objetivo driblar as barreiras impostas à internet pela ditadura comunista

3 abr 2014 11h48
ver comentários
Publicidade
<p>O Twitter cubano durou dois anos e teve milhares de seguidores</p>
O Twitter cubano durou dois anos e teve milhares de seguidores
Foto: Getty Images

Os Estados Unidos criaram em 2010 uma rede de comunicações para desestruturar o governo de Raúl Castro em Cuba, apelidado de “Twitter cubano” o sistema foi criado por uma companhia secreta e financiado por bancos internacionais. Segundo a Associated Press, o projeto foi lançado em 2010 e chamado oficialmente de “ZunZuneo”.

A rede durou dois anos e tinha como objetivo driblar as barreiras impostas à internet pela ditadura comunista, construir uma audiência jovem e então torna-los dissidentes. O Twitter cubano durou dois anos e teve milhares de seguidores. O governo americano gastou US$ 1,6 milhão (R$ 3,6 milhões) no projeto.

O presidente americano Barack Obama e o mandatário cubano Raúl Castro melhoraram as relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba, após Obama cumprimentar Castro durante o funeral de Nelson Mandela em Joanesburgo (África do Sul)   

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade