publicidade
20 de setembro de 2012 • 18h25 • atualizado às 19h50

Aplicativo de GPS da Apple faz usuários se perderem

O aplicativo já enfrenta críticas de usuários em todo o mundo devido a vários erros
Foto: AP
 

Uma cidade inteira está no oceano, uma fazenda é identificada como um aeroporto, rodovias terminam no meio do nada e um hospital agora cobre todo o centro da cidade britânica de Stratford-upon-Avon, lar de Shakespeare.

Bem-vindo ao novo mundo do Apple Maps que recebeu usuários de iPhones e iPads quando eles baixaram a altamente aguardada atualização da plataforma de software para smartphones da empresa mais valiosa do mundo, o iOS6.

O aplicativo Maps da Apple foi apresentado com muita pompa em junho pelo chefe de software da companhia, Scott Forstall, e é um desafio direto ao mesmo serviço oferecido pelo antigo amigo, hoje rival, Google.

Mas o aplicativo já enfrenta críticas de usuários em todo o mundo devido a vários erros geográficos, falta de informações e porque ele não conta com características que popularizaram o Google Maps, incluindo direções para transportes públicos, dados abrangentes de trânsito e fotos no sistema "Street View".

O Apple Maps substituiu o Google Maps, que não está mais disponível para o iOS 6. Muitos usuários que baixaram o software iOS 6, lançado na quarta-feira, foram ao Twitter e a fórums online para expressar sua frustração com as falhas.

"As pessoas que achavam que o mundo era plano eram cartógrafos mais precisos do que o Apple Maps", disse @Rayne Bradley no Twitter. A Apple não retornou mensagens buscando comentários.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.