Hardware e Software

publicidade
04 de dezembro de 2012 • 10h15 • atualizado às 10h27

Celular BlackBerry explode e queima menino de 11 anos

Celular explodiu à noite e queimou a perna de menino enquanto dormia
Foto: Reprodução
 

Um menino de 11 anos na Inglaterra sofreu queimaduras depois que um smartphone BlackBerry explodiu e incendiou a cama em que o garoto dormia. Segundo o jornal Daily Mail, Kian McCreath acordou gritando e com o plástico do aparelho grudado na perna. O celular era do irmão de Kian.

Infográfico: Batalha de smartphones: compare modelos e escolha o melhor
Infográfico: Veja qual o celular mais tóxico para o meio ambiente

O jornal informa que a família da vítima está pedindo o recall do modelo BlackBerry Curve 9320, que causou o incêndio, no país. A mãe dos meninos conta que o celular foi um presente para o filho mais velho, Mason, e foi colocado sobre a cama depois de ter sido encontrado por ela carregando a bateria no chão.

Além de queimar a perna do garoto, o fogo queimou cobertas, colchão e o pé do menino.

A Vodafone, diz o Daily Mail, onde a família adquiriu o BlackBerry, ofereceu a substituição do aparelho queimado. A RIM afirmou que está investigando o caso.

Essa não é a primeira vez que um celular explosivo assusta os usuários. Em março deste ano, um iPhone 4 explodiu a poucos centímetros da cabeça de sua dona, informou o site Mashable. Ela dormia quando o aparelho teve o problema.

Em junho, um Galaxy S III também teria explodido enquanto o usuário dirigia na Irlanda. A Samsung declarou que, após uma investigação inicial, não foi encontrado defeito no aparelho.

Em 2009, um jovem chinês morreu depois que a bateria do seu celular explodiu.

Terra Terra