Hardware e Software

publicidade
01 de julho de 2011 • 12h02 • atualizado às 14h06

IBM desenvolve memória 100 vezes mais rápida

Nova memória também permite que dados não sejam perdidos quando luz é cortada
Foto: Divulgação

A IBM anunciou nesta sexta-feira que desenvolvedores da empresa demonstraram uma nova memória, que é capaz de armazenar dados 100 vezes mais rapidamente que a flash - a tecnologia atual. A nova tecnologia é chamada de PCM (phase-change memory)

A PCM armazena diversos bits por células durante um largo período. A flash era capaz de gravar apenas um bit por célula. O dispositivo foi desenvolvido por pesquisadores nos Estados Unidos e na Suíça. De acordo com a IBM, os testes vêm sendo feitos há cinco meses e o nível de confiabilidade é comprovadamente alto.

Outra grande novidade é que a PCM não perde os dados quando a energia é cortada. A velocidade do chip possibilita ao computador efetuar um boot automaticamente. Ela também vai facilitar a criação de memórias mais duráveis e baratas para celulares e aplicações na nuvem.

A previsão da IBM é de que a memória será comercializada em cinco anos.

Terra