inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Homem morre após três meses dentro de cibercafé

08 de junho de 2006 09h55 atualizado às 15h18

Hsu Tai-yang, 37 anos, morreu depois de ficar três meses em um cibercafé. O taiwanês, que estava desempregado, entrou no estabelecimento no dia 8 de março e não saiu mais.

Durante todo o tempo que ficou dentro do cibercafé, o homem ficou jogando e fumando, alimentando-se de macarrão instantâneo. Os médicos dizem que a causa da morte foi uma parada cardíaca, causada pela falta de sono e descanso e pelo excesso de fumaça inalada.

Segundo o site The Register, o dono do RS Ciber Café, na cidade de Tamsu, perto de Taipei, revelou que o homem entrou dia 8 de março em suas dependências e não quis mais sair.

O caso não é o primeiro do tipo. Na Ásia, o vício pelos jogos massivos online, os famosos MMORPGs, tem feito com que jovens passem dias na frente de máquinas, principalmente em cibercafés, tentando conquistar um mundo virtual. Mas, cada vez com mais freqüência, a jornada acaba no meio do caminho, por colapso do jogador.

Magnet
Magnet