inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Polícia canadense prende pedófilo que transmitia agressão por webcam

06 de novembro de 2006 18h03 atualizado em 07 de novembro de 2006 às 10h44

Um homem que abusava sexualmente de uma menina foi detido depois que as imagens foram transmitidas por meio de uma webcam. O detetive Paul Krawczyk recebeu a transmissão e avisou a polícia de Saint Thomas, cidade localizada a sudoeste de Ontário, no Canadá.

A menina, em idade pré-escolar, foi resgatada duas horas depois. Krawczyk trabalha na divisão de exploração sexual da polícia de Toronto e vasculha a Web disfarçado como pedófilo. "A minha primeira reação foi querer atravessar o monitor e resgatar a criança", declarou o detetive.

Esta é a primeira vez que a polícia canadense consegue capturar um pedófilo com a ajuda de uma webcam. Desde o ano passado, a divisão trabalha com um software desenvolvido pela Microsoft para caçar pessoas que compartilham material sexual com crianças.

Krawczyk revelou ter estabelecido um relacionamento com o agressor em uma sala de chat, a partir de janeiro deste ano. Depois de conquistar a sua confiança, o detetive conseguiu que o suspeito enviasse imagens da agressão, em tempo real, para um site privado.

A identidade do pedófilo, de 34 anos, não foi divulgada para não expor a criança. Krawczyk também negou-se a revelar se o criminoso era parente da vítima, que está recebendo cuidados médicos. "A mensagem para os pedófilos e para as pessoas que exploram crianças sexualmente é que nós estamos na Internet 24 horas por dia, todos os dias da semana, e que nós sabemos onde você está e iremos encontrá-lo", ameaçou o detetive.

A divisão de exploração sexual canadense já ajudou a polícia da Flórida, nos Estados Unidos, a localizar uma menina que apareceu em fotos sendo violentada sexualmente em um hotel da Walt Disney World.

AP - Copyright 2007 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.