inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Gordinho chinês é nova estrela da Internet

07 de dezembro de 2006 12h05 atualizado às 15h48

A face de Qian aparece junto aos presidentes norte-americanos no Monte Rushmore. Foto: Divulgação

A face de Qian aparece junto aos presidentes norte-americanos no Monte Rushmore
Foto: Divulgação

Um chinês gordinho tornou-se uma celebridade na Web depois que uma foto sua apareceu na rede. O rosto redondo e bochechudo de Qian Zhijun - apelidado de "Little Fatty" - caiu no gosto dos internautas e pode ser visto em cartazes de filmes como Piratas do Caribe 2 e O Código da Vinci, em locais como o Monte Rushmore nos Estados Unidos e até em uma entrevista com o presidente Bush.

  • Veja mais fotos
  • Veja também:

  • Mundo virtual ganha primeira milionária
  • Site conquista fãs com 99 salas sinistras
  • 13 micros eternizados na Web
  • Site promove "orgasmo global"
  • Qian Zhijun tem hoje 19 anos e é atendente em um posto de gasolina em Pequim, na China. Sua foto - a cara redonda, bochechuda e corada e a expressão facial única encimada por um tufo de cabelos pretos - foi publicada na Internet há quatro anos por um professor. Desde então, vem sendo usada em diferentes composições e, da web chinesa, se espalhou pelo mundo.

    Apesar da fama, Qian disse à agência de notícias Associated Press que ficou bastante chateado quando viu pela primeira vez sua foto sendo usada em peças de humor na Internet. "Mas agora meus sentimentos mudaram. Se você se sente deprimido sempre, não é bom. Mas agora posso ver este acontecimento com a mente calma, me sinto libertado", afirmou.

    Qian tem até mesmo um site oficial (www.xiaopang.cn), criado pelo amigo Gao Feng, que atua como um blog para pessoas que estão acima do peso e trocam idéias e dicas de dieta e alimentação saudável. O site traz uma galeria com dezenas das imagens manipuladas em que ele aparece.

    O rapaz chinês, que adora cozinhar, espera usar a fama para alavancar uma carreira na mídia. Ele quer trabalhar como apresentador em algum programa de culinária na TV ou como crítico gastronômico.

    Redação Terra