inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Robô em forma de lagarta simula músculos

27 de março de 2007 14h57 atualizado às 19h15

Lagarta verdadeira caminha sobre o robô para o qual foi inspiração. Foto: The New York Times

Lagarta verdadeira caminha sobre o robô para o qual foi inspiração
Foto: The New York Times

Uma equipe multidisciplinar da Universidade de Tufts, em Medford, Estado de Massachussetts, está trabalhando em um projeto de um robô em forma de lagarta que se move com dispositivos que simulam músculos. Os pesquisadores acreditam que o objeto será útil para encontrar minas terrestres, consertar máquinas em locais de difícil acesso e até mesmo diagnosticar doenças.

» Veja a imagem ampliada
» Veja fotos do robô
» Robôs brasileiros tricampeões vão ao mundial nos EUA

O robô, com seu exterior de borracha esparramado e achatado como uma pele de cobra, parece um aparelho inanimado. Fios finos como um cabelo correm por dentro da carne artificial. Quando Barry Trimmer, responsável pela pesquisa, aperta um botão, os fios se contraem, causando o silicone a se mover, assim como em um animal.

"É muito orgânico", disse Trimmer com um sorriso. Robôs, uma vez parte da ficção científica, estão por todo lugar. Geologistas robóticos estão vasculhando Marte da mesma forma que aspiradores Roomba limpam a casa. Entretanto a maioria dos robôs é feita de componentes rígidos e não se assemelham às criaturas que caminham e se arrastam por aí.

Os robôs são inicialmente canos ocos. Os "músculos" são molas feitas de uma liga de metal. Uma corrente elétrica aquece as molas, fazendo-as expandirem. Quando a corrente pára, elas voltam ao estado normal. A pele é feita de uma borracha de silicone, chamada Dragon Skin, e sua composição pode ser manipulada para ter qualquer tipo de textura.

Os pesquisadores fizeram uma onda se propagar pelo corpo do robô, começando pelo final até a cabeça, imitando o movimento de uma lagarta. Até o final do ano, os professores estimam que terão robôs que emulam perfeitamente o movimento dos animais, de acordo com Trimmer.

The New York Times
The New York Times