inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Apple é empresa de tecnologia que mais polui

07 de abril de 2007 13h13

A Apple é a empresa de tecnologia que mais prejudica o meio ambiente, segundo o recém-publicado estudo Greenpeace Guide to Greener Electronics, publicação que elenca as 14 maiores produtoras mundiais de eletrônicos sob o critério da responsabilidade ambiental. A empresa de Cupertino obteve a pior classificação, numa lista em que constam também Panasonic, Sony, Motorola, Nokia e Samsung, entre outras. A chinesa LeNovo foi considerada a empresa menos poluente.

» Apple lança computador com 8 núcleos de processamento
» Loja iTunes vai vender músicas da EMI sem DRM

De acordo com o site The Inquirer, a publicação diz que a Apple "pontua mal em quase todos os quesitos". "A Apple falha em tomar medidas preventivas, não divulga a lista completa das substâncias reguladas que usa, não provê prazos para a eliminação de PVC tóxico e não se compromete a acabar com qualquer tipo de uso de BFR ("brominated flame retardants", ou retardantes de chama bromados)", continua o guia. Por fim, é dito que a Apple "tem performance fraca no recolhimento e reciclagem de produtos, embora reporte a quantidade de lixo eletrônico que é reciclada".

O ranking compara as políticas ambientais anunciadas de cada fabricante, não analisando os riscos ambientais dos produtos em si. A Apple se pronunciou dizendo que não concorda quanto à sua posição na tabela nem quanto ao critério utilizado. De acordo com a própria empresa, a Apple "tem fortes antecedentes de preocupação ambiental e foi pioneira na ação de restringir e banir o uso de substancias tóxicas como mercúrio, cádmio e cromo hexavalente, além de diversos BFRs".

O Guia do Greenpeace parte de uma preocupação global com o destino de aparelhos eletrônicos que chegam ao fim de sua vida útil. O Programa Ambiental das Nações Unidas estima que entre 20 e 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico sejam jogados fora anualmente. Este lixo é considerado de alto risco devido às substancias químicas tóxicas que contêm e que fazem dele um refugo caro e difícil de ser reciclado. O destino mais comum do lixo eletrônico, atualmente, são navios de carga que o levam para a Índia e para a China, onde ele depositado em lixões e recolhido por catadores para venda e usos secundários.

Segundo o site The Independent, a primeira edição do guia foi lançada em setembro de 2006 e, na época, a Apple figurava em 10º lugar, enquanto que a Nokia era a primeira. Segundo o Greenpeace, a Apple caiu para a última posição por "não ter feito nenhum progresso" desde então.

Abaixo segue a lista completa com as notas de cada empresa, na escala de 0 a 10:

1. Lenovo - 8
2. Nokia - 7,3
3. Sony Ericsson - 7
4. Dell - 7
5. Samsung - 7,3
6. Motorola - 6,3
7. Fujitsu-Siemens - 6
8. HP - 5,6
9. Acer - 5,3
10. Toshiba - 4,3
11. Sony - 4
12. LGE - 3,6
13. Panasonic - 3,6
14. Apple - 2,7

Retrospecto em tinyurl.com/2zdb62 e tinyurl.com/2343dr.

Magnet
Magnet