inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Estudo: 81% das pessoas mentem em sites de namoro

18 de junho de 2007 09h32 atualizado às 09h38

Um levantamento realizado por pesquisadores norte-americanos concluiu que 81% das pessoas que buscam parceiros em websites de namoros virtuais mentem sobre suas características.

» Site ajuda portadores de deficiência a encontrar parceiros
» Casamentos promovidos pela web duram menos
» Homem perde R$ 65 mil em sites de namoro
» Site promove namoro com presidiários nos EUA
» Site de relacionamentos só aceita pessoas bonitas

A pesquisa acompanhou 80 participantes que procuravam sua cara-metade na Internet, e comparou as suas características reais com as que elas declaravam aos seus possíveis pretendentes online.

O estudo observou que os homens mentem mais sobre sua altura, enquanto as mulheres preferem mentir sobre seu peso. Mais de 52% deles declararam ser pelo menos 2 cm mais altos do que são, enquanto 64% delas disseram ter no mínimo 2,5 kg a menos do que têm.

O coordenador do estudo, o professor Jeffrey Hancock, da Universidade de Cornell, disse que as mentirinhas são pequenas, mas não inocentes.

"Os participantes tentam equilibrar a tensão entre parecer atraente e passar a impressão de honesto", afirmou. Hancock diz que, em geral, homens procuram juventude e atratividade física em suas parceiras, enquanto mulheres tentam encontrar nos homens segurança e indicadores de status social, como nível de educação e carreira profissional.

O especialista em relacionamentos virtuais se disse "impressionado" com o fato de as mentiras sobre idade serem menos freqüentes - 24% dos homens e 13% das mulheres declararam ter idades diferentes das que têm.

O estudo foi realizado com 80 nova-iorquinos que utilizaram os sites de relacionamento Match.com, Yahoo Personals, American Singles e Webdate.

Os resultados foram publicados na revista científica Proceedings of Computer/Human Interaction.

BBC Brasil
BBC Brasil - BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.