inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Hacker publica suposto final de novo Harry Potter

21 de junho de 2007 18h07 atualizado em 25 de junho de 2007 às 16h01

Livro será lançado apenas no próximo dia 21 de julho. Foto: AP

Livro será lançado apenas no próximo dia 21 de julho
Foto: AP

Um hacker garante ter descoberto um dos segredos mais bem guardados da década no mundo literário: o final do sétimo e último livro da saga do bruxo Harry Potter, criada pela escritora britânica J.K. Rowling. Para provar seu feito, o homem publicou um resumo da história.

» Biografia de Roberto Carlos está à disposição na web

O hacker, que diz se chamar Gabriel, colocou uma mensagem no site insecure.org assegurando que teve acesso a Harry Potter and the Deathly Hallows, que começará a ser vendido, em inglês, no dia 21 de julho. Ele teria entrado no sistema do computador da editora Bloomsbury, que publica a série.

"Fiz isso seguindo as preciosas palavras do magnífico Papa Bento XVI, quando era ainda o cardeal Joseph Ratzinger. Ele explicou por que Harry Potter atrai os jovens de nossa terra à crença do neopaganismo", afirmou o hacker, justificando sua ação.

Gabriel disse que seu objetivo era tornar a leitura do livro "inútil e chata", como explica no site onde publicou o suposto final do livro. Desde que J. K. Rowling anunciou, de forma enigmática, que no último livro morrerão dois dos protagonistas, os milhões de seguidores do jovem bruxo se perguntam se a escritora seria capaz de matar Harry Potter ou um de seus melhores amigos, Rony Weasley e Hermione Granger.

O hacker garante que descobriu quais são os personagens que morrem no livro. Segundo a rede britânica BBC, uma porta-voz da Bloomsbury minimizou a importância das palavras de Gabriel, afirmando que circulam "um monte de rumores na Internet".

O distribuidor americano da obra, a Scholastic, manifestou-se no mesmo sentido. "Há um monte de lixo circulando ao redor (dos segredos do livro). Considerem isso uma teoria a mais", afirmou um porta-voz.

Harry Potter and the Deathly Hallows poderá ser encontrado nas livrarias brasileiras na versão em inglês a partir de 21 de julho, assim como no Reino Unido, nos Estados Unidos, na Austrália, na Nova Zelândia e na África do Sul. O preço no Brasil deve variar em torno de R$ 60, podendo chegar a R$ 160, dependendo da edição.

O final publicado por Gabriel pode ser lido no site http://seclists.org/fulldisclosure/2007/Jun/0380.html.

Redação Terra