inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Empresa lança serviço de velório virtual

15 de julho de 2007 15h04 atualizado às 15h06

Velório é transmitido pela Internet para quem não pode comparecer. Foto: Marcelo Pedroso/Especial para Terra

Velório é transmitido pela Internet para quem não pode comparecer
Foto: Marcelo Pedroso/Especial para Terra

Visualização à distância das cerimônias fúnebres de entes queridos e o encaminhamento de condolências via e-mail são dois dos serviços disponibilizados esta semana em São José dos Campos, Estado de São Paulo, por meio do velório virtual. A novidade tecnológica foi lançada na última segunda-feira na cidade e já agradou, com o registro de três cerimônias realizadas com o suporte virtual.

» Cemitério holandês coloca sua primeira lápide digital
» Caixão em forma de celular é vendido na web
» Empresa cria alarme com RFID para túmulos

O serviço é disponibilizado gratuitamente pela Urbam (Urbanizadora Municipal) e realizado somente com a permissão das famílias. As quatro salas de velório da empresa foram equipadas com câmeras que permitem, em tempo real, uma visão geral do público e da pessoa que está sendo velada. Cada câmera saiu por cerca de US$ 2 mil.

Parentes e amigos podem enviar as mensagens de condolências para a família por meio de um link no site www.urbam.com.br. A empresa também oferece um serviço de triagem para evitar o encaminhamento de mensagens desagradáveis. No site constam o nome do falecido e a sala onde se encontra, para facilitar a localização.

Segundo o diretor administrativo da Urbam, Geraldo Pinheiro Júnior, foram cerca de dois meses de testes com o sistema até sua disponibilização para o público. "Estamos contando com uma avaliação in loco para que as pessoas possam comprovar a eficácia deste serviço. Se você não conseguir estar presente ao velório, pode compartilhar o sentimento com a família e mandar mensagens."

O velório virtual se mostrou útil para a família da assistente social Eliza Yukie Otsuka, 30 anos. Seu pai faleceu na noite da última segunda e seria impossível a vinda de dois de seus irmãos, que moram na Austrália e no Japão. "Foi uma coisa repentina e não tinham vôos para que meus irmãos chegassem em tempo. Com certeza, para a gente, a oportunidade do velório virtual aconteceu em ótima hora."

Segundo Eliza, graças aos equipamentos, os irmãos e outros familiares puderam acompanhar a distância a cerimônia realizada em São José. "Estamos admirados com esse serviço. Tivemos como avisar meus irmãos que as imagens estavam sendo transmitidas online. Recebemos, inclusive, e-mails de diversas pessoas."

O velório virtual integra um pacote de outros serviços e produtos implantados pela Urbam. A empresa também oferece técnicas de preparação de corpos como a tanatopraxia e a necromaquiagem, além de produtos como coroas, urnas, mantos, vestuário etc. O site da empresa também traz desde fevereiro as notas de falecimento, onde são divulgados diariamente os nomes das pessoas falecidas e os locais de velório/sepultamento.

Redação Terra