inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Usuários esperam segurança e estabilidade do Leopard

O Mac OSX 10.5 Leopard promete ser ainda mais seguro que o Tiger. Foto: Divulgação

O Mac OSX 10.5 Leopard promete ser ainda mais seguro que o Tiger
Foto: Divulgação

A expectativa para a chegada do Leopard entre os usuários de Mac é grande. Além de novidades na estética, o sistema inova em estabilidade, segurança e praticidade para o usuário, além de consolidar o processador Intel no mercado de Macs.

» Veja telas ampliadas
» Saiba mais sobre o Leopard
» Fórum: opine sobre o lançamento

O Leopard foi feito pensando no processador Intel e, ao contrário do Tiger, não necessitará de qualquer tipo de emulação. "Creio que o mais importante do Leopard é o estabelecimento dos novos Mac Intel. O Leopard foi desenvolvido completamente nativo para a plataforma. Neste sentido, me parece ser um passo mais importante do que a passagem do Panther para o Tiger", disse o analista de sistemas e usuário de Mac Marco Andrei Kichalowsky, 35 anos. "Agora vou poder ter um desempenho melhor com meu Mac Intel", falou.

O Leopard é lançado no mesmo ano do Windows Vista, da Microsoft, e é claro que os dois sistemas estão sendo comparados. "Esta comparação é meio complicada. Para mim, o grande diferencial é o jeito Macintosh. O Mac sempre foi menos burocrático e mais simples de usar. O jeito Mac é fazer o computador servir ao usuário, e não o contrário", afirmou Kichalowsky. "O Windows é tão complicado de usar que a própria Microsoft criou assistentes (wizards) para qualquer coisa que se queira fazer. O resultado é que, mesmo com os assistentes, o usuário não sabe o que está fazendo, e no final, não consegue ser dono de suas ações no computador", disse.

Os sistemas da Apple têm fama de serem estáveis e seguros contra invasões, além de serem muito fáceis de configurar. "Tenho grandes expectativas em relação ao Leopard, principalmente no que se refere à estabilidade do sistema. O Tiger já era bastante estável e o Leopard só deve melhorar", disse Fernando Caprio, 24 anos, engenheiro de software da Hewlett-Packard Brasil e usuário de Mac há quatro anos. "O Leopard é um sistema seguro porque o núcleo dele ainda é um Unix BSD, com todas as ferramentas feitas para o sistema, como firewalls, IDS (intrusion detection system, ou sistema de detecção de invasores, em português) e afins. Isso o torna mais maduro que o Vista, um sistema que teve grande parte da arquitetura redesenhada e está há pouco tempo no mercado", afirmou.

"O Vista tentou trazer segurança, mas fazendo um número exagerado de perguntas ao usuário. O Leopard utiliza um modelo menos intrusivo, levando em consideração aquilo que é o melhor para o usuário médio. Ele não tem requisitos de hardware pesados e continua rodando até mesmo nos antigos G4", explicou Caprio.

Redação Terra