inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Boato online causa morte de menina de 13 anos

19 de novembro de 2007 11h07 atualizado em 19 de março de 2008 às 15h49

Megan Meier, 13 anos, pensou que havia feito um novo amigo virtual quando um garoto chamado Josh a contatou através do MySpace e os dois começaram a trocar mensagens. Quando Josh mandou uma mensagem acabando a amizade dizendo que Megan era cruel, ela se matou, em Dardenne Prarie, Missouri, nos Estados Unidos.

» Vídeo de morte de jornalista causa controvérsia na web
» Homem é condenado à morte em caso de site de suicídio
» Sul-coreanos investigam a Internet para combater suicídio
» Fórum: opine sobre o assunto

Megan sofria de depressão e desordem de déficit de atenção e trocou mensagens com Josh por mais de um mês antes dele abruptamente acabar com a amizade. No dia seguinte, Megan cometeu suicídio. Sua família então descobriu que Josh nunca existiu. O falso perfil foi criado por membros de uma família da vizinhança, incluindo uma amiga de Megan.

Agora os pais de Megan esperam que as pessoas que criaram o perfil falso na rede social sejam processadas e estão buscando mudanças na lei para proteger crianças na Internet.

A mãe da menina, Tina Meier, disse que não acredita que as pessoas envolvidas no caso queriam que sua filha se matasse. "Quando adultos estão envolvidos e continuam a brincar com a vida de uma menina de 13 anos, com ou sem problemas mentais, é completamente desprezível", disse ao Suburban Journals of Greater St. Louis.

Tina relatou que oficiais lhe disseram que o caso de sua filha não cabia em nenhuma lei. Mas autoridades do xerife ainda não fecharam o caso e se colocaram à disposição para considerar novas provas, caso apareçam.

Megan Meier se enforcou em seu quarto no dia 16 de outubro de 2006. Ela morreu no dia seguinte. Ela foi descrita como uma menina "atrapalhada e borbulhante" que adorava passar os dias com amigos, vendo filmes e pescando com seu pai.

Megan tomava remédios, mas estava otimista com o novo amigo Josh Evans, disse sua mãe. Josh dizia ter nascido na Florida e que recentemente havia se mudado para O'Fallon, comunidade próxima. Ele estudava em casa e ainda não possuía número de telefone.

AP - Copyright 2007 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.