inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Cientistas querem criar TV holográfica até 2020

08 de outubro de 2008 08h43 atualizado às 11h49

Cientistas trabalham no que deve ser o próximo grande passo na indústria do entretenimento: a televisão holográfica. Segundo o site "The Inquirer", o governo japonês tem planos de aprontar a tecnologia da televisão tridimensional até 2020, e cientistas da Universidade do Arizona avançaram um pouco mais no que pode vir a ser a próxima grande novidade.

» Holograma pode ser operado com as mãos
» Portáteis poderão transmitir imagens 3D em 2010
» Phillips anuncia TV 3D de 52 polegadas
» Fórum: opine a TV holográfica

O doutor Nasser Peyghambarian, do departamento de Ciências Ópticas da Universidade, afirmou à CNN que os cientistas venceram um obstáculo criando o primeiro monitor tridimensional atualizável com memória, o que pode ser a última grande barreira a ser quebrada no avanço da tecnologia.

A novidade leva alguns minutos para ser apagada e reescrita, e ainda precisa avançar muito até que atinja a velocidade necessária e possa ser atualizada múltiplas vezes em segundos, chegando assim à qualidade da televisão.

Ainda assim, Peyghambarian está confiante que grande parte da dificuldade da criação de um televisor holográfico agora está ultrapassada, um avanço surpreendente em uma tecnologia estudada há quase 20 anos, desde 1990.

Os cientistas trabalharão então no aprimoramento do modelo, que atualmente possui apenas uma cor, mas em breve utilizará três cores, explicou o especialista acrescentando que o modelo atual possui 4 polegadas x 4 polegadas, e que a idéia é aumentá-lo para algo aproximado a uma tela de computador.

Peyghambarian explicou que os televisores holográficos poderão ser montados como telas na parede, como televisores de nova geração, com lasers emitidos por trás da parede, ou ainda serem painéis horizontais em mesas, com o aparato holográfico sendo emitido por baixo da tela.

O projeto da Universidade do Arizona está sem grandes patrocinadores até o momento, o que atrasa o desenvolvimento, porém o doutor está confiante que conforme novas barreiras sejam transpostas o interesse da indústria na tecnologia aumente.

Magnet
Magnet