inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Discos Blu-ray são destaque em temporada fraca

10 de janeiro de 2009 17h11 atualizado às 17h14

O disco Blu-ray, sucessor de alta-definição do DVD, foi um dos poucos produtos que se saíram bem na recém-terminada temporada de festas, com o triplo de vendas do ano passado. Os números foram divulgados nesta semana na Consumer Eletronics Show (CES 2009), que ano passado foi palco da vitória decisiva do Blu-ray sobre seu formato rival, o HD-DVD.

» Fotos: TV 3D e outras novidades da CES 2009
» Tocadores Blu-ray LG terão vídeos da web
» Blu-ray ultrapassará DVD em três anos, diz Sony

"Este se revelou um ano fenomenal para o Blu-ray," disse Tom Adams da Adams Media Research. Pouco antes da mostra de eletrônicos de 2008 começar, a Warner Bros. retirou seu apoio ao HD-DVD, dando ao Blu-ray forte apoio majoritário entre estúdios de Hollywood. Alguns meses mais tarde, a Toshiba Corp., que desenvolveu o HD-DVD, anunciou que interromperia a produção de aparelhos para os discos.

Isso fez do Blu-ray o único disco de alta-definição do mercado. Consumidores americanos compraram 28,6 milhões de unidades no último trimestre de 2008, de acordo com The Digital Entertainment Group, um consórcio de estúdios cinematográficos e fabricantes de eletrônicos. No ano anterior, esse número havia sido de 9,5 milhões. O campeão de vendas foi Batman - O Cavaleiro das Trevas, que também foi o primeiro disco Blu-ray a vender mais de 1 milhão de cópias, disse Andy Parsons, presidente da Blu-ray Disc Association, que promove o formato nos EUA.

Pelas contas de Parsons, o Blu-ray tem mostrado um ritmo de adesão mais veloz que a do DVD, CD, televisão de alta-definição e diversas outras tecnologias comuns em residências. No final do ano passado, dois anos e meio após ter sido disponibilizado no mercado, já havia 10,7 milhões de aparelhos leitores de Blu-ray nos EUA, de acordo com o instituto de pesquisa DisplaySearch.

Três anos após o lançamento do DVD nos anos 1990, existiam 5,4 milhões de aparelhos para o formato. Mas nesses 10,7 milhões de aparelhos estão inclusos mais de seis milhões de consoles de PlayStation 3, da Sony, adquiridos principalmente para jogos. Retirando os consoles da comparação, as vendas de aparelhos exclusivos de Blu-ray são similares às do DVD no mesmo período.

Na Consumer Eletronics deste ano, o apoio ao Blu-ray é forte, com fabricantes anunciando 18 novos aparelhos. A Sharp Corp. apresentou sua primeira televisão de alta-definição com leitor de Blu-ray embutido. A Panasonic Corp. anunciou seu primeiro aparelho de Blu-ray portátil.

Também está claro que os aparelhos amadureceram: 11 deles possuem o recurso BD-Live, que os conecta à internet para extras interativos como jogos, trailers e bate-papo com cineastas. O primeiro aparelho Blu-ray com BD-Live só apareceu no ano passado, enquanto o primeiro aparelho HD-DVD lançado em 2006 já tinha capacidades interativas comparáveis. Um disco HD-DVD permitia até mesmo a compra online de itens relacionados a filmes.

Após contabilizar os números de vendas durante a temporada de festas, analistas acreditam que as vendas do Blu-ray continuarão crescendo rapidamente este ano. Richard Doherty da Envisioneering Group acredita que as vendas dos discos em 2009 serão de cinco a seis vezes maiores que as de 2008. "Deixei de ser conservador em 2008 para agora, em 2009, ser cautelosamente otimista," disse o analista Paul Erickson do DisplaySearch. "Continuaremos a ver aumentos estáveis e sólidos na demanda por discos Blu-ray."

Cerca de 40 milhões de residências possuem aparelhos de TV de alta-definição, portanto as vendas de Blu-ray têm bastante espaço para crescer. Isso ainda é pouco se comparado às vendas de DVD. Os americanos gastaram US$ 750 milhões em discos Blu-ray no ano passado e US$ 21,6 bilhões em DVDs.

No geral, as vendas de discos têm caído por dois anos consecutivos. Portanto, mesmo se o Blu-ray em algum momento suplantar o DVD como o principal formato, de certa forma essa vitória será vazia. Os downloads da Internet e os serviços de transmissão de filmes estão crescendo dramaticamente.

Por enquanto, o Blu-ray ainda tem tempo antes de a internet se tornar uma ameaça real. Os downloads dificilmente se comparam à qualidade do Blu-ray. Além disso, pouquíssimas casas possuem qualquer mecanismo que conecte suas televisões à internet.

Tradução: Amy Traduções

AP - Copyright 2007 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.