inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Wikipedia poderá controlar conteúdo publicado no site

27 de janeiro de 2009 13h03 atualizado às 14h46

A publicação de conteúdo no Wikipedia, um dos sites de pesquisa mais buscados no mundo, pode deixar de ser aberta ao público e passar pelo crivo de um grupo editorial. A proposta foi apresentada pelo co-fundador do site, Jimmy Wales, que defende a necessidade de um controle para a maior precisão das informações, atualmente publicadas pelos colaboradores e, de acordo com o site Guardian, causou furor entre os usuários da enciclopedia online.

» Wikipedia alemã é bloqueada por disputa com deputado
» Colaboração na web está na sua infância, diz pai da Wikipedia
» Wikipedia completa sete anos no ar
» Wikipedia lança novo sistema de buscas na web

Até agora, a Wikipedia tem permitido a qualquer usuário fazer mudanças em quase todos os seus 2.7 milhões de artigos, protegendo apenas alguns deles para que não possam ser alterados. Pela proposta de Wales, muitas das futuras alterações teriam que ser aprovadas por um grupo de editores, antes de ir ao ar.

A possibilidade de mudança não agradou muitos dos usuários, para quem ela representaria uma alteração fundamental na natureza igualitária do site. Uma enquete com os usuários, no site, sugere que 60% dele são favoráveis à mudança, que poderá ser implementada nas próximas semanas. Mas alguns consideram que a troca poderia ameaçar o futuro do site.

Mudanças como essa já foram consideradas anteriormente, mas voltaram à tona na semana passada, quando a Wikipedia anunciou, falsamente, que dois proeminentes políticos norte-americanos haviam morrido. No dia da posse de Barack Obama, o site reportou a morte de Robert Byrd, o senador com maior tempo de senado na história dos EUA, e de Ted Kennedy, diagnosticado com um tumor cerebral e que passou mal durante um almoço.

O site da Wikipedia rapidamente alterou os artigos, retornando à verdade, mas a situação fez com que Wales defendesse com mais ênfase a necessidade da mudança.

"Esta situação de nonsense teria sido 100% prevenida com uma revisão editorial", ele escreveu no site. "Era uma história urgente, e queremos que as pessoas estejam aptas a participar (mas) temos uma ferramenta disponível agora que é consistente com uma qualidade maior".

O sistema técnico que permite a Wikipedia operar desta maneira foi lançado no última verão (norte-americano) e já está em uso na versão alemã da enciclopédia online. Mas os editores alemães decidiram que as mudanças não serão aprovadas por cerca de três semanas - tempo que, segundo Wales, seria "inaceitável" para o site em inglês.

Se o site der novos poderes aos editores, deixará a Wikipedia mais perto das enciclopédias tradicionais como a Britannica, que na última semana anunciou o lançamento de uma nova versão online que permitirá aos leitores submeterem suas próprias atualizações para os artigos. A mudança vem depois de uma pequena guerra de palavras em decorrência de um estudo de 2005 realizado pela Nature indicando que tanto a Wikipedia quanto a Britânica eram comparáveis em precisão de dados mas, em alguns casos, a Wikipedia ganhava.

Redação Terra