inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

"Vovó blogueira" espanhola morre aos 97 anos

22 de maio de 2009 17h09 atualizado às 17h26

Maria Amélia ficou famosa com o blog onde contava sua vida e falava sobre política e envelhecer. Foto: Reuters

Maria Amélia ficou famosa com o blog onde contava sua vida e falava sobre política e envelhecer
Foto: Reuters

Maria Amelia Lopez, blogueira que conquistou milhares de leitores com seu blog "amis95", morreu nesta quarta-feira, aos 97 anos em Múxia, no norte da Espanha, onde nasceu. Ela começou a blogar em dezembro de 2006 quando, ao completar 95 anos, ganhou de presente do neto o blog. "E minha vida mundou, agora poderei me comunicar e interagir com todo o mundo", dizia ela na apresentação da página.

» Espanhola de 95 anos é blogueira mais velha
» Blogueira mais velha do mundo morre aos 108 anos
» Blogueira diz que ficou famosa por ser pioneira

Considerada a "vovó blogueira" mais bem-sucedida na web, ela encantava leitores de várias partes do mundo com uma mistura de memórias caseiras e bate-papo, comentando sua longa vida, incluindo os anos da guerra civil espanhola e os anos da ditadura de Franco. Falava também da política moderna, abordando tópicos que iam do separatismo basco às ambições nucleares do Irã. Conversava ainda sobre como é envelhecer.

No último post do blog, em que a família comunica a morte da "vovó blogueira" e agradece o carinho dos blogueiros que "encheram de alegria seu últimos anos de vida", está escrito (provavelmente pelo neto que lhe deu o blog): "Não estou triste. Não sei porque, mas não estou. A vida não dura 150 anos e vovó já nos havia pregado alguns sustos. Mas a vida é para ser vivida e ela a viveu com intensidade, sempre. E quando uma pesso morre aos 97 anos tendo vivido com intensidade desde o princípio até o final de sua jornada, não se pode ficar triste".

A mensagem termina assim: "Este blog acaba aqui, mas continuará em outro formato lá onde ela está. Será um formato diferente, que ainda não podemos ler. Mas, claro que todos, cedo ou tarde, o acabaremos lendo. Desfrutem a vida e os avós".

Redação Terra