inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

vc repórter: softwares brasileiros ajudam surdos a seguir músicas

03 de julho de 2009 08h38 atualizado em 08 de julho de 2009 às 14h08

Programas são frutos de pesquisas para desenvolver ritmo de surdos. Foto: Divulgação/vc repórter

Programas são frutos de pesquisas para desenvolver ritmo de surdos
Foto: Divulgação/vc repórter

Dois softwares desenvolvidos em laboratórios brasileiros ajudam deficientes auditivos a seguir o ritmo de músicas. Os programas trabalham com estímulos visuais e táteis, e podem ser utilizados no computador ou em celulares.

» vc repórter: mande fotos e notícias

O BPM Counter dá dicas de ritmo a partir de oito quadrados negros dispostos na tela do computador. Em uma música acelerada, os quadrados se colorem de vermelho para marcar batidas. Se o ritmo for lento, quadrados azuis se alternam no monitor. O deficiente pode, então, seguir a repetição deles com movimentos de pés ou mãos, por exemplo.

Segundo a pesquisadora Teumaris Buono Luiz, idealizadora do projeto que desenvolveu os softwares, os programas podem ser usados tanto em terapia como para diversão. O VMP Counter, feito para aparelhos celulares, faz o mesmo que o BPM Counter, mas por meio de vibrações.

Para as pistas de dança

Com ele, a velocidade do ritmo é "traduzida" ao celular. A portabilidade, principal característica deste software, promete dar grande liberdade a deficientes que queiram dançar em uma festa. Atualmente, a maneira mais comum de perceber músicas sem a audição é estar em contato com as caixas de som, o que isola a pessoa do grupo e da pista de dança.

O desafio agora é convencer fabricantes e operadoras a implantar o programa em seus produtos. A equipe de Teumaris está apresentando o software, mas ainda não obteve respostas positivas. "Estamos na expectativa do interesse das operadoras de telefonia celular para disponibilizá-los nos celulares de uma forma abrangente, sem custo adicional", diz ela. Hoje, apenas os protótipos dos pesquisadores têm o VPM instalado.

Construídos entre 2006 e 2008, BPM e VPM são fruto de uma parceria entre o Departamento de Atividade Física Adaptada da Unicamp (Universidade de Campinas) e do grupo Imago, do Departamento de Informática da UFPR (Universidade Federal do Paraná). O BPM Counter está disponível para download no site http://www.imago.ufpr.br/linux_acessivel/bpmcounter/.

O time está aprimorando a interface dos dois softwares para incluir avatares de símbolos da Libras (Língua Brasileira de Sinais), para aumentar a acessibilidade das ferramentas.

Teumaris trabalha com deficientes auditivos desde 1997, quando passou a acompanhar um grupo da Primeira Igreja Batista de Curitiba. No campo acadêmico, estuda a aquisição do ritmo e pesquisa melhores métodos para ajudar surdos a desenvolver essa capacidade.

O internauta Wagner Guidi, de Limeira (SP), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

vc repórter
vc repórter