inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Gizmodo: por que os netbooks não pegaram no Brasil

04 de agosto de 2009 12h37 atualizado às 17h10

Preço é um dos fatores a dificultar a adoção de netbooks no Brasil. Foto: Gizmodo

Preço é um dos fatores a dificultar a adoção de netbooks no Brasil
Foto: Gizmodo

Toda vez que escrevemos sobre netbooks, o primeiro comentário é "por esse preço, eu compro um notebook". E faz bastante sentido no Brasil, onde as coisas não fazem sentido às vezes. Mas no resto do mundo, o computador de formato ultracompacto, com muita bateria e tela pequena tem feito bastante sucesso.

» Leia o artigo completo no Gizmodo

Além da óbvia portabilidade, o preço é um enorme chamariz, com vários bons modelos abaixo dos US$ 350 nas lojas americanas, por exemplo. Mas a verdade é que o netbook não pegou no Brasil, se pensarmos no imenso potencial que tinha. O motivo é óbvio: preço. Ainda mais quando comparamos, por exemplo, com o México.

No evento da Dell em Miami, os executivos faziam questão de falar da importância do Brasil, que representa mais da metade do mercado latino-americano para a empresa em vendas de PCs. Mas na hora de falar do desempenho dos "mini", um certo choque: o México lidera o ranking de vendas em unidades de netbooks com 46% do mercado abaixo de Tijuana, enquanto o Brasil só tem 13%.

Gizmodo
Gizmodo