inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Passeio na mansão de Bill Gates sai por US$ 35 mil

17 de novembro de 2009 10h47 atualizado às 12h54

A mansão de Bill Gates, a beira do Lago Washington, é controlada por Windows e tem recursos de personalização de temperatura, música e iluminação.. Foto: Yonatan Kelib /Divulgação

A mansão de Bill Gates, a beira do Lago Washington, é controlada por Windows e tem recursos de personalização de temperatura, música e iluminação.
Foto: Yonatan Kelib /Divulgação

A Microsoft fez um leilão para levantar fundos para caridade e um dos ítens com lance mais alto foi uma visita à casa de Bill Gates, em Medina, estado de Washington, nos Estados Unidos. Para passar um dia com Gates, levar uns amigos e ainda ser guiado pelo próprio fundador da Microsoft, o vencedor gastou US$ 35 mil (equivalente a R$ 59,9 mil).

» Veja mais fotos da casa de Bill Gates
» Bill Gates lidera lista de maiores filantropos do mundo
» Bill Gates saiu do Facebook por "excesso de amigos"
» Siga o Terra no Twitter

As informações foram divulgadas em um encontro em Seattle pelo CEO da Microsoft, Tony Scott, e publicadas pelo blog Techflash.

A mansão de Gates é chamada de "Xanadu 2.0" e, controlada por Windows, tem recursos de personalização de temperatura, música e iluminação de acordo com o gosto do visitante, que usa um dispositivo de localização - um pin que recebe ao chegar à casa.

Segundo o Techflash, o alto lance pela visita à casa na beira do Lago Washington mostra sinais de recuperação da economia, já que em 2008 o maior lance foi de US$ 8,6 mil (equivalente a pouco mais de R$ 14,7 mil).

Zumo Notícias
Zumo Notícias