inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Polícia investiga golpes de quadrilhas no site Mercado Livre

24 de novembro de 2009 05h50 atualizado às 11h26

A atuação de quadrilhas no site de mediação de compra e venda, Mercado Livre, é alvo de investigação da Polícia Civil, segundo afirma a edição desta terça-feira do jornal Estado de S.Paulo.

» Siga o Terra no Twitter

Ao realizar compras por meio do site, as vítimas depositam o dinheiro, mas não recebem o produto. O vendedor desaparece e a mercadoria não é entregue. O Mercado Livre também investiga as denúncias, segundo o jornal.

O sistema de qualificação do site funciona por meio de avaliação dos compradores. Para burlar o mesmo, os golpistas clonavam contas de vendedores com selos e classificações positivas. Os valores dos produtos são menores do que os encontrados em lojas.

Segundo o jornal, o site faz rastreamento de golpistas e avisa os internautas. Um consultor jurídico recebeu uma mensagem deste tipo, logo após comprar um notebook com frete por R$ 731. No entanto a quantia já tinha sido depositada pelo comprador.

A Divisão de Investigações sobre Infrações contra o Consumidor afirmou que as queixas sobre compras na internet são constantes.

Redação Terra