inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Roteirista de 'Pulp Fiction' vai para regime fechado após 'twittar'

28 de novembro de 2009 16h33 atualizado às 18h20

O roteirista de cinema Roger Avary, vencedor do Oscar de melhor roteiro por "Pulp Fiction - Tempo de Violência", teve sua pena modificada de regime semiaberto para o fechado na sexta-feira na Califórnia, Estados Unidos, segundo informações do Los Angeles Times. No início desta semana algumas mensagens foram publicadas no seu perfil no site de microblogs Twitter, apontando que o roteirista não estava cumprindo na prisão sua sentença por um acidente de trânsito que resultou na morte de uma pessoa.

Avary foi condenado em setembro a um ano de prisão por provocar, alcoolizado, um acidente de trânsito ocorrido em janeiro de 2008 em Ojai, a 130 km a noroeste de Los Angeles, que resultou na morte de seu amigo italiano Andreas Zedini, além de causar ferimentos graves à sua mulher.

No início desta semana, alguns posts no perfil de Avary no Twitter provocaram rumores na imprensa internacional sobre como ele estaria se conectando à internet da prisão. Mas, segundo o jornal americano, Avary estava cumprindo pena em uma espécie de regime semiaberto, que o permitia sair para trabalhar durante o dia.

Na sexta-feira, autoridades americanas informaram que Avary começaria a cumprir pena em regime fechado no condado de Ventura. Segundo o Los Angeles Times, a decisão de mudar o regime da pena foi motivada pelas frases publicadas no Twitter, que narravam detalhes do cotidiano dentro da prisão.

Segundo a Polícia, Avary dirigia a mais de 160 km/h quando perdeu o controle do Mercedes e bateu contra um poste. Edward Bordie, juiz da Corte Superior do condado de Ventura, condenou Avary a mais cinco anos em liberdade condicional e ordenou completar um programa educativo relacionado aos perigos da condução em estado de embriaguez.

Entre os trabalhos mais populares de Avary destacam Silent Hill (2006) e Beowulf (2007), assim como The Rules of Attraction (2002), que ele mesmo dirigiu.

Redação Terra