inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Brasil é líder mundial no envio de spams em 2009, diz estudo

08 de dezembro de 2009 11h56 atualizado às 13h39

O Brasil é o país do carnaval, do futebol e, aparentemente, agora também do spam. Um relatório liberado recentemente pela Cisco e que já está sendo veiculado em sites internacionais aponta que superamos a China, tido como um dos paraísos para cibercrimes, e os Estados Unidos, detentores do pódio no assunto no último ano.

» "Pai do spam" passará 4 anos atrás das grades
» Brasil pode se tornar líder mundial no envio de spam
» Siga o Terra no Twitter

De acordo com o site TechRadar, do Brasil foram enviados 7,7 trilhões de mensagens não solicitadas entre o início do ano e novembro de 2009, um volume que equivale ao triplo atribuído ao Brasil em 2008 durante o mesmo período.

Os Estados Unidos, por sua vez, caíram de 8,3 trilhões de spams em 2008 para apenas 6,6 trilhões este ano, ficando bem atrás de nós na pesquisa.

Patrick Peterson, especialista em segurança da Cisco envolvido com a pesquisa, em declaração à revista Forbes atribuiu o problema ao rápido crescimento do País na internet, com uma adoção acelerada de conexões banda larga, mas sem medidas apropriadas como educação dos usuários e ferramentas como antivírus e firewalls apropriadas.

Outro país emergente, a Índia, dobrou seu volume de spam em um ano, embora tenha ficado muito atrás do Brasil no ranking: foram 3,6 trilhões de mensagens. Mas, ainda que muitas das mensagens ilegais sejam veiculadas por nossos servidores, o estudo aponta que os baixos custos para registros de domínios e um grande número de PCs sem proteção são porta de entrada para uso dos cibercriminosos do mundo inteiro.

As informações são do Relatório Anual de Segurança da Cisco, que foi disponibilizado hoje no site da Cisco e mostra também a ascensão de pragas que se espalham através de redes sociais como Facebook e Twitter, bem como cavalos de tróia para roubos de informações bancárias.

O relatório pode ser baixado, em PDF e em inglês, pelo endereço cisco.com/go/securityreport.

Geek
Geek