inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Buzz é "rede social robô", aponta levantamento

21 de abril de 2010 15h27

Nada menos do que 89% do conteúdo do Google Buzz é compartilhado por feeds do Google Reader ou outras fontes automáticas.

» Países pressionam Google por melhor mecanismo de privacidade
» Google remove Buzz da caixa de entrada
» Siga o Terra no Twitter

De acordo com o site PostRank, outros 62,57% do conteúdo do Buzz é originado no Twitter, serviço concorrente, graças a ferramentas de compartilhamento. Informações compartilhadas de sites, sem nenhum acréscimo, sequer um comentário, equivalem a 26,47% do total do conteúdo. Em números redondos, 89,04% é automática de outras redes sociais.

O site ReadWriteWeb chama atenção, no entanto, que uma parte importante no Buzz é permitir comentários em anexo ao post - como ocorre no Facebook e não no Twitter. Mas aponta que se usuários compartilham notícias de sites diretamente no Buzz, por exemplo, não têm o hábito de fazer atualizações mais pessoais, como fazem no Twitter e no Facebook - e Orkut entre os brasileiros.

Responsável pelo levantamento, o PostRank chama o Buzz de "rede social robô". "Infelizmente não temos visto muito conteúdo original ou gerado diretamente por humanos no Buzz".

Desde o lançamento, em fevereiro, a rede social Buzz tem sido motivos de percalços para o Google, obrigado logo depois do início a mudar a forma automática de adesão dos usuários de serviços devido à acusação de violação de privacidade. O serviço tampouco conseguiu se mostrar um competidor das redes sociais Facebook e Twitter, razão de sua criação.

Redação Terra