inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

Brasil quer comprar laptop de US$ 100 do MIT

18 de maio de 2005 08h36 atualizado às 08h36

O Massachusets Institute of Techonology (MIT) desenvolveu um laptop que custa apenas US$ 100 e que deve ser usado como ferramenta de ensino para crianças e adolescentes. O Brasil deve comprar cerca de 1 milhão de laptops do tipo no ano que vem.

A China tem interesse em encomendar três milhões deles, e são esperados pedidos também da África, Oriente Médio e Sudeste Asiático. Uma outra idéia é a de formar uma rede só com as máquinas econômicos. As próximas gerações desse laptop devem ser lançadas em 2007 e 2008.

O principal objetivo desse laptop é promover a inclusão digital múltipla entre os estudantes. Isso pode gerar uma cena que seria impensável para muitos que estão na rede pública: poder levar para casa um laptop e utilizá-lo para estudar, podendo ainda contar com a participação dos pais. Hoje, cerca de 90% dos estudantes do país estão nos colégios públicos.

Para custar só isso, o laptop do MIT usa um processador de 500 Mhz fabricado pela Advanced Micro Devices, 256 MB de memória RAM e 1 GB de memória flash no lugar de um disco rígido e um monitor de LCD de 12" com 1 megapixel de resolução. Pelo menos o bichinho vem com placa de rede.

Mas não adianta sair correndo para as lojas quando ele chegar por aqui: as máquinas não estarão disponíveis para o consumidor comum. Segundo o responsável pelo projeto, o professor Nicholas Negroponte, elas serão vendidas diretamente ao governo dos países.

Magnet
Magnet