inclusão de arquivo javascript

Tecnologia

 
 

IBM lança servidores baseados em chip do PlayStation 3

08 de fevereiro de 2006 16h00 atualizado às 16h17

A IBM, maior fabricante de servidores do mundo, lançou hoje servidores baseados no chip Cell, desenvolvido em conjunto com a Toshiba e a Sony e que equipará o videogame PlayStation 3.

Os novos servidores abrem possibilidades nas áreas de computação médica e militar que precisam cada vez mais de poder de processamento de aplicações gráficas sofisticadas.

A IBM está instalando o chip Cell em servidores "BladeCenter", uma máquina compacta que pode ser usada para a criação de grandes centros de processamento de dados para redes corporativas.

A IBM informou que redes de servidores baseados no Cell devem ampliar a liderança da companhia no mercado de computação empresarial. A companhia tinha 32,3% do mercado mundial de servidores no terceiro trimestre e ampliou sua receita em 10% na comparação com o mesmo período um ano antes, segundo dados do IDC.

A gigante da informática ampliou em 70% as vendas de servidores blade no quarto trimestre de 2005 na comparação com um ano antes, disse o vice-presidente de negócios BladeCenter da IBM, Douglas Balog.

"Vemos uma aplicação comercial para o processador Cell" em centros de processamento de dados de empresas, disse Balog à Reuters. "Vários clientes fizeram contato conosco para aproveitarmos esse chip altamente gráfico, que é capaz de renderizar cidades inteiras na hora."

O chip Cell já encontrou algumas aplicações além do mundo dos videogames, mas a tecnologia introduzida nesta quarta-feira foi produzida para ampliar as possibilidades de uso e o número de clientes, disse Balog. Em junho, a IBM concordou em licenciar o processador Cell para a fabricante de equipamentos militares Mercury Computer Systems.

Os novos servidores, chamados BladeCenter H, permitem que empresas processem 10 vezes mais dados em suas redes em relação aos sistemas atuais, informou o executivo.

Um servidor blade é um computador fino que pode ser rapidamente inserido ou removido de um BladeCenter, um chassis com várias máquinas interligadas usado em centros de processamento de dados.

A IBM também lançou hoje um servidor blade que usa chips de núcleo duplo, que permitem a execução de múltiplas tarefas sofisticadas simultaneamente. O servidor, chamado BladeCenter JS21, também tem uma tecnologia de virtualização que permite a clientes corporativos adicionarem ou dividirem grandes quantidades de processamento e armazenamento de dados ou capacidade de rede por meio de algumas mudanças de uma chave.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.