3 eventos ao vivo

Ação de Graças atrai mais consumidores que Black Friday

5 dez 2012
19h25
atualizado às 21h10

Abrir as portas e conceder ofertas no dia de Ação de Graças, nos Estados Unidos, deu mais aos varejistas do que o início antecipado da temporada de compras de final de ano - o feriado, na verdade, pode ter atraído mais compradores do que a "Black Friday".

Trinta por cento dos norte-americanos que participaram em nova pesquisa da Reuters/Ipsos disseram ter feito compras online ou em lojas físicas no último dia de Ação de Graças, um pouco a mais do que compraram no dia seguinte, que é tipicamente o maior dia de compras do ano.

Daqueles que disseram que compraram em lojas no dia de Ação de Graças, foi a primeira vez que aproximadamente um terço dos entrevistados sugeriu que a mudança dos eventos de vendas para a noite e até mesmo antes do feriado cortejou os clientes.

Varejistas como Gap e Sears Holdings tiveram vendas especiais durante o próprio dia de Ação de Graças, enquanto redes como Wal-Mart e Target esperaram até o dia seguinte para oferecer seus descontos.

Um total de 30% dos 3.815 entrevistados disseram que compraram no dia Ação de Graças, enquanto 29% disseram que compraram na Black Friday. Vinte por cento dos compradores disseram que visitaram lojas no dia de Ação de Graças e 15 por cento disseram que compraram online naquele dia. As pessoas podiam escolher mais de uma resposta.

A Black Friday ainda é um grande dia para os varejistas, mas está perdendo significado com as redes iniciando as promoções mais cedo naquela semana nas lojas físicas e online.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade