1 evento ao vivo

Após anunciar pelo Facebook, australiano mata filha

4 mai 2011
07h42
atualizado às 11h26

Um homem assassinou a golpes de faca a própria filha de 2 anos depois de anunciar que pretendia cometer o crime pela rede social Facebook, uma vingança contra a mãe da menina na Austrália.

Homem anunciou o crime na rede social
Homem anunciou o crime na rede social
Foto: AFP

Ramazan Acar, 24 anos, admitiu nesta quarta-feira a culpa pelo assassinato em um tribunal na cidade de Melbourne, informou a agência local AAP. Acar matou a filha Yazmina em novembro do ano passado, em suposta represália à ex-companheira Rachelle D'Argent por ela não permitir visitas dele à menina.

Pouco antes de cometer o crime, o pai foi à casa da mãe e pediu que ela o deixasse levar a filha para comprar chocolates em uma loja próxima, apesar de o passeio violar as restrições da custódia. Mesmo contrariada, a mãe de Yazmina acatou o pedido. Tempo depois tentou falar com o ex-companheiro, que atendeu o celular dizendo que iria matar a menina porque não lhe fora permitido vê-la nos últimos três meses.

Depois de cometer o crime, Acar mandou uma mensagem para o celular de Rachelle confessando o crime. A mãe foi até a casa do pai da menina e o encontrou sentado dentro de seu carro com uma faca nas mãos. Horas após o crime, a polícia encontrou o corpo da menina - com facadas no peito e no estômago - em uma área de floresta ao nordeste de Melbourne.

Segundo a promotoria, Acar abusava fisicamente da sua ex-parceira, e estava prestes a iniciar tratamento por abuso de drogas e álcool.

EFE   
publicidade