0

Após pintar cabelo e se enterrar na areia, McAfee nega paranoia

21 nov 2012
08h08
atualizado às 08h45

Em fuga da polícia desde o último domingo, o programador e fundador da empresa desenvolvedora de antivírus McAfee, John Mcafee, disse em entrevista ao jornal britânico The Guardian que não se vê como um paranoico.

John McAfee foge da polícia desde o último domingo para não ser interrogado sobre morte do vizinho
John McAfee foge da polícia desde o último domingo para não ser interrogado sobre morte do vizinho
Foto: Reuters

Infográfico: Ciberguerra: conheça os vírus Stuxnet, Flame, Duqu e Gauss
Infográfico: Jogo da memória: conheça hackers famosos e seus feitos

McAfee é procurado pela polícia em Belize, onde vive. Desde que começou a sua fuga, ele já pintou o cabelo, se escondeu na areia e ofereceu US$ 25 mil a quem provar sua inocência. Tudo publicado em um blog que ele mantém.

Ele começou a fugir da polícia depois que seu vizinho Gregory Faull foi encontrado morto. Moradores da área não identificados afirmaram que Faull e McAfee tiveram divergências nos últimos meses, a última delas por causa dos mais de 10 cachorros que o milionário tem na residência. Os vizinhos também afirmaram que McAfee tinha um comportamento cada vez mais imprevisível e que permanecia afastado da comunidade de expatriados em Belize.

Para McAfee, ele está endo perseguido pelo governo do pequeno país da América Central.

O empresário teria se mudado para Belize em busca de um antibiótico natural que utilize como matéria-prima as plantas encontradas no país. Enquanto ele declara que busca a "cura perfeita", para a polícia Mcafee estava fabricando metanfetamina - e, para tanto, estariam sendo aproveitadas as instalações de sua última empresa, um laboratório chamado QuorumEx. A polícia insiste em que deseja apenas interrogá-lo sobre o caso, enquanto o programador acredita que está sendo perseguido.

"Eu não me vejo como paranóico. Em abril deste ano, 42 soldados invadiram minha propriedade e me seguraram no sol por 14 horas sem comida ou água", disse ao The Guardian.

McAfee afirma que fugirá da polícia pelo tempo que for necessário, e que já possui conteúdo suficiente para manter seu blog ativo por um ano, caso seja preso.

John McAfee vendeu a empresa que fundou em 2010 por US$ 7,68 bilhões para a Intel e não tem mais participação na companhia. Ele criou a fabricante de antivírus em 1980. Em abril deste ano, ele teve sua casa em Belize invadida por policiais, que encontraram um laboratório de química, US$ 20 mil e um estoque de armas de fogo

Fonte: Terra
publicidade