0

Caffeine torna as buscas no Google 50% mais rápidas

9 jun 2010
08h02
atualizado às 10h49
  • separator

O Google mudou seu mecanismo de indexação da web ontem à noite, migrando para um novo sistema chamado de Caffeine. Segundo a empresa, o Caffeine consegue trazer resultados 50% mais rápido que o sistema anterior e foi feito para lidar com a crescente demanda de conteúdo na web.

O estádio Ellis Park, em Joanesburgo
O estádio Ellis Park, em Joanesburgo
Foto: Reprodução

O Caffeine, diz o Google, oferece resultados com links mais relevantes e recentes logo após sua publicação. O mecanismo de indexação funciona como um grande índice da internet: ao buscar algo no Google, a resposta vem desse índice, não da própria web.

"Quem busca quer encontrar o conteúdo relevante mais recente, e os publicadores querem ser encontrados no instante que publicam algo", escreveu Carrie Grimes, engenheira de software do Google, no blog para webmasters da empresa.

Grimes explica que o sistema anterior de indexação funcionava em camadas, que eram atualizadas a cada uma ou duas semanas. Para modificar uma dessas camadas, era preciso analisar toda a web, trazendo algum atraso entre a publicação do conteúdo e o resultado de uma busca. Com o Caffeine, segundo o Google, muda a escala: a rede é analisada em pequenas partes continuamente e em todo o mundo, com centenas de milhares de páginas sendo processadas em paralelo.

O Google afirma que o Caffeine foi feito "com o futuro em mente. Não é apenas o mais recente, é uma fundação robusta que nos torna possível criar um mecanismo de buscas ainda mais rápido que cresça em escala com o aumento da informação online, e traga mais resultados relevantes".

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Geek
publicidade