5 eventos ao vivo

Confira as principais mudanças anunciadas para o Facebook

22 set 2011
17h43
atualizado às 17h49

O Facebook, maior rede social do mundo com cerca de 800 milhões de usuários, apresentou uma reformulação em seu visual e uma série de novidades que aos poucos serão integradas ao dia a dia dos seus usuários. Veja abaixo as principais mudanças anunciadas nesta quinta-feira durante a conferência de desenvolvedores f8, em São Francisco, nos Estados Unidos.

O conceito de timeline é mais visual do que o antigo perfil do usuário no Facebook
O conceito de timeline é mais visual do que o antigo perfil do usuário no Facebook
Foto: Reprodução

1. Timeline
Linha do tempo "infinita" que vai contar a história de vida do usuário. As últimas atualizações aparecem com destaque, assim como os fatos mais importantes e os conteúdos que o usuário escolher como relevantes. Na barra lateral haverá links com anos, em que será possível ver o que aconteceu no período. Além disso, há filtros que permitem visualizar a história de diferentes formas - por exemplo, exibindo apenas as fotos.

2. Feed de notícias
Passa a apresentar o que o usuário opta por publicar como atualização. Outras atividades - como as enviadas automaticamente por aplicativos autorizados - passam a figurar em um feed chamado Novidades (ticker, em inglês), já anunciado no último dia 20.

3. Foto de cabeçalho
O perfil do usuário passa a ter uma foto grande, que pode ser atualizada quantas vezes ele desejar, localizada acima das informações pessoais e da foto do perfil.

4. Open Graph
Nova classe de aplicativos que poderão postar atividades em 'Novidades' sem que o usuário precise "curtir" ou autorizar a publicação. A permissão é dada uma única vez, e na janela em que o usuário autoriza o app já aparece uma pré-visualização de como ficarão as postagens.

5. Sincronização
Entre as novas possibilidades do open graph está visualizar quais músicas seus amigos estão ouvindo no momento e ouvi-las ao mesmo tempo. O mesmo acontece com filmes e séries de televisão. Spotify, Netflix e Hulu já teriam apps prontos para oferecer esse tipo de serviço.

6. Streaming na mesma janela
Além de poder ouvir e ver ao mesmo tempo o conteúdo que o amigo está acompanhando, o usuário consegue fazer isso dentro da própria página do Facebook, sem precisar ir até o site do aplicativo ou da empresa que oferece o serviço.

7. Padrão de atividades
O open graph também permite que as atualizações dos usuários sejam analisadas e padronizadas, o que ajudaria a descobrir novidades na rede social. Zuckerberg exemplificou: se quatro amigos assistiram, recentemente, filmes com o ator Johnny Depp, o Facebook será capaz de identificar isso e avisar ao usuário, de modo que ele talvez se interesse por algum filme da franquia Piratas do Caribe, por exemplo.

Fonte: Terra
publicidade