0

Deputado quer que Google explique nova política em audiência

14 fev 2012
13h42

O Google já teve de detalhar as novidades em seus termos de serviços para os políticos americanos, e agora pode ter que fazer o mesmo em audiência pública no Brasil. De acordo com o site da liderança do Partido dos Trabalhadores (PT), o deputado gaúcho Paulo Pimenta vai propor à Câmara que solicite aos representantes do gigante de buscas uma explicação aos consumidores sobre as alterações.

Termo de serviço unificado para 60 produtos ainda gera dúvidas, segundo deputado gaúcho que vai sugerir explicação pública da alteração
Termo de serviço unificado para 60 produtos ainda gera dúvidas, segundo deputado gaúcho que vai sugerir explicação pública da alteração
Foto: AFP

A partir de 1° de março, o Google vai unificar as políticas de 60 serviços, o que para o parlamentar pode implicar em violações dos direitos de privacidade, uma vez que o usuário terá de compartilhar seus dados em todos os produtos da companhia de Mountain View. No texto do site do PT, a modificação é definida como "a grande camisa de força virtual", análise atribuída a especialistas.

"Vamos confrontar várias opiniões e explicar à sociedade o que irá acontecer, já que pairam muitas dúvidas e vários especialistas afirmam que a nova política de privacidade oferece riscos para o consumidor", afirmou o deputado gaúcho. Ele sugere que sejam convidados para a audiência especialistas em Defesa do Consumidor, além de membros do Ministério de Ciência e Tecnologia.

A nota do partido afirma que de acordo com José Milagre, ativista de privacidade na internet no Brasil, o termo de serviço unificado daria ao Google uma base de dados mais ampla sobre cada usuário, o que facilitaria a entrega de publicidade dirigida e, consequentemente, aumentaria o lucro do gigante de buscas. Além disso, na avaliação do ativista, a alteração na política de privacidade viola o anteprojeto de lei de Proteção de Dados Pessoais.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade