1 evento ao vivo

Detran-SP alerta para golpes de e-mail falso com suposta clonagem de CNH

12 ago 2013
18h47
  • separator
  • comentários

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) alerta para um novo e-mail falso que circula na internet, sobre a suposta clonagem de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). A mensagem pede que o condutor abra um arquivo anexo – que diz ser um relatório de investigação do caso – e o orienta a entrar em contato em até 48 horas.

Além de conter graves erros de gramática, como o trecho “Todos as informações esta contida”, a mensagem usa a logomarca antiga do Departamento (em azul e laranja), de quando era vinculado à Secretaria de Segurança Pública. Além disso, o endereço do remetente (info@detran.com) não pertence ao Detran-SP – que é um órgão do governo do Estado de São Paulo e, portanto, não utiliza a terminação ".com".

Segundo o Detran, o texto do e-mail traz ainda outras imprecisões. A mensagem diz que a suposta clonagem da CNH foi identificada em “monitoramento no banco de Dados da instituição do Denatran”. Na verdade, o Detran-SP tem o seu próprio banco de dados, que é interligado ao banco do órgão federal, no qual as habilitações são registradas.

Outro trecho da mensagem falsa afirma que, se o cidadão não entrar em contato o mais rápido possível, terá a CNH cancelada. O Detran-SP informa que uma CNH só é cancelada quando obtida de forma fraudulenta. O que existem são bloqueios que impedem a renovação do documento, como no caso de condutores que somam 20 pontos ou mais na carteira ou que foram autuados por embriaguez ao volante, por exemplo.

O e-mail também diz que, se o caso não for esclarecido no prazo informado, um "inquérito judicial" será gerado. Esse procedimento, no entanto, só pode ser adotado pela Justiça.

O Detran-SP alerta que não envia e-mails para os cidadãos, exceto nos casos de resposta às manifestações enviadas a seus canais de atendimento (Disque Detran, Fale com o Detran e Ouvidoria). Toda a comunicação do Departamento com os condutores e donos de veículos é realizada de duas formas: correspondência enviada pelos Correios ao endereço de cadastro ou mensagem de texto via celular (quando autorizado previamente).

Recentemente, voltou a circular na internet outro e-mail falso, sobre infrações supostamente registradas no veículo do cidadão, com cobrança de multas. O Detran-SP informa que também não envia cobranças pela internet. Toda notificação de autuação e boletos para pagamentos de multas são encaminhados via Correios.

No portal do Detran-SP, é possível consultar pontos na carteira, dados de veículos ou multas de responsabilidade do Detran-SP (somente aquelas aplicadas pela Polícia Militar). Porém, para ter acesso às informações é preciso fazer um cadastro, com criação de login e senha de uso pessoal, garantindo a segurança do acesso.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade