0

EUA: hacker vende "falha" do iPhone por US$ 250 mil ao governo

30 mar 2012
08h36
atualizado às 09h15
  • separator

Um hacker, conhecido pelo apelido de Grugq, vendeu uma "falha" do iPhone para uma empresa contratada pelo governo dos Estados Unidos, de acordo com a Forbes. Ele faz parte de um esquema muito maior, que envolve outras companhias de tecnologia e outros governos do mundo.

A falha foi vendida pelo valor de US$ 250 mil para uso exclusivo do governo e acontecia no iOS, o sistema operacional móvel do smartphone da Apple. O esquema de que o hacker faz parte possui uma tabela de preços - que variam segundo a importância da empresa - e um "código de conduta", que deixa claro que nenhuma das vulnerabilidades comercializadas seja comunicada às companhias responsáveis pelo desenvolvimento do software.

De acordo com Grugq, o "trabalho" dele é como qualquer outro - e a prática de pagar para hackers descobrirem falhas em softwares proprietários não é novidade. "Você está basicamente vendendo software comercial. Ele precisa estar polido e ter documentação. A única diferença é que você só vende uma única licença, para sempre, e todo mundo diz que você é mau por isso", explicou.

Segundo a Forbes, as falhas do iPhone são as mais valiosas do mercado e custam entre US$ 100 mil e US$ 250 mil. As vulnerabilidades do Chrome e do Internet Explorer vêm na sequência com custo entre US$ 80 mil e 200 mil. As menos valiosas são as falhas do Adobe Reader, que valem de US$ 5 mil a US$ 30 mil.

O hacker ainda ressalta o poder da Rússia dentro deste mercado. "A Rússia está cheia de criminosos. Eles ganham dinheiro com as falhas do meio mais brutal e medíocre possível e trapaceiam uns aos outros", afirmou Grugq à Forbes.

O iOS, da Apple, é o mais desejado pelo "mercado negro" da compra de falhas em sistemas operacionais
O iOS, da Apple, é o mais desejado pelo "mercado negro" da compra de falhas em sistemas operacionais
Foto: Getty Images

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Fonte: Terra
publicidade